Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Estado de emergência: Polícia Nacional apreende 107 viaturas na cidade da Praia

Cidade da Praia, 31 Mar (Inforpress) – A Polícia Nacional apreendeu, entre segunda-feira e hoje, 107 viaturas de pessoas que, supostamente, não estão a cumprir a limitação de circulação imposta pelas autoridades, após o decreto do estado de emergência no país por causa da Covid-19.

A informação foi hoje avançada à imprensa pelo Director Nacional Adjunto para a área operativa da Polícia Nacional, Renato Fernandes, precisando que 97 apreensões foram feitas esta terça-feira e o restante na segunda-feira.

“Depois que foi decretado o estado de emergência, fizemos uma campanha de sensibilização em todos os bairros, Polícia, Forças Armadas, Protecção Civil e várias outras entidades”, comentou.

Prosseguindo, referiu que em todo o País foram feitas campanhas de sensibilização, não só através dos órgãos de comunicação social, mas também nas redes sociais, no sentido de se fazer cumprir aquilo que está estipulado no decreto presidencial e também no decreto-lei.

Um dos procedimentos, avançou, é a restrição das pessoas e bens. Portanto, acrescentou, é aconselhado, de acordo com a campanha que tem sido feita, as pessoas a permanecerem nas suas residências, de modo a evitar a propagação do vírus.

Por causa disso, frisou Renato Fernandes, a Polícia Nacional (PN) teve de implementar o seu plano operacional para fiscalizar o cumprimento dos procedimentos que estão nas normas, entre os quais a fiscalização de bens e pessoas.

“No cumprimento da fiscalização, que é uma tarefa que nos compete, fizemos a apreensão dessas viaturas”, frisou o responsável, completando que a PN apela a todos os cidadãos que colaborem com as autoridades no cumprimento das leis e normas restritivas impostas pelo governo.

Segundo disse Renato Fernandes, a maioria das viaturas não foi apreendida nos lugares onde foram fazer compras, mas sim circulando na via pública e, pontuou, “vários outros foram chamados à atenção mais do que uma vez”.

“Aliás, nós criamos vários postos de controlo, precisamente para fazer a filtragem de pessoas e viaturas As pessoas estão autorizadas para irem às farmácias e ir às compras, está na lei. Todos que tiverem de ir às farmácias, ou ir às compras devem passar pelo posto de controlo que a PN montou. Nos postos, analisamos cada caso e decidimos em conformidade”, informou.

Os carros foram todos levados para a zona internacional do Caís da Praia porque, conforme justificou Renato Fernandes, o parque da PN, pelo número de carros apreendidos, não oferece condições para os albergar.

Além disso, avançou que a escolha é justificada pela preocupação em garantir a segurança e a protecção das viaturas dos cidadãos. Já as pessoas que tiveram as suas viaturas apreendidas, elucidou o responsável, devem contactar a Esquadra de Trânsito.

Questionado o que devem fazer as pessoas cujas actividades profissionais fazem com que saem de casa, Renato Fernandes respondeu que “têm de contactar outras entidades com a responsabilidade em credenciar as pessoas para saírem”.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos