Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Espanha reserva vacina AstraZeneca a pessoas até 55 anos

Madrid, 05 Fev (Inforpress) – As autoridades sanitárias de Espanha irão administrar a vacina da AstraZeneca contra a covid-19, que começará a chegar ao país este fim-de-semana, apenas a pessoas até aos 55 anos.

A Comissão de Saúde Pública do Conselho Interterritorial do Sistema Nacional de Saúde debateu hoje se a vacina AstraZeneca seria administrada até aos 65 anos, mas acabou por decidir que apenas pessoas com idade entre 18 e 55 anos irão recebê-la, de acordo com a agência EFE. 

Devido à ausência de dados sobre os riscos de administração da vacina em idosos, outros países europeus decidiram impor limites semelhantes, caso da Bélgica e Itália.

Na semana passada, e no meio de um conflito contratual da farmacêutica anglo-sueca com a Comissão Europeia, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu “luz verde” à utilização da vacina da AstraZeneca/Oxford para ser administrada a adultos a partir dos 18 anos, sem impor um limite superior de idade.

França e Alemanha colocaram nos 65 anos a fasquia para aplicação da vacina, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford.

Até ao momento, Portugal não emitiu nenhuma recomendação relativa à vacina AstraZeneca/Oxford, cujas primeiras doses são aguardadas em território nacional na próxima terça-feira.​​​​​​​

Na quinta-feira, a mesma comissão espanhola decidiu que as doses da vacina AstraZeneca serão reservadas aos profissionais de saúde que não sejam de primeira linha e que não se encontrem nos segundo e terceiro grupos da estratégia de vacinação. 

Ficou ainda decidido intervalar as duas doses da vacina entre 10 a 12 semanas.

As doses de vacina Pfizer e Moderna ficarão reservadas para maiores de 80 anos de idade. 

Uma dezena de países que estão a desaconselhar a administração da vacina contra a doença covid-19 do laboratório anglo-sueco AstraZeneca a pessoas com mais de 65 anos. A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.285.334 mortos resultantes de mais de 104,8 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.740 pessoas dos 755.774 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos