Covid-19: Embaixada de Cabo Verde no Senegal suspende temporariamente os serviços

Cidade da Praia, 18 Mar (Inforpress) – A Embaixada de Cabo Verde no Senegal suspendeu temporariamente os serviços de pedido de vistos e legalização de documentos a serem apresentados, até que haja “novas indicações”.

Conforme uma nota da representação diplomática cabo-verdiana no Senegal que a Inforpress teve acesso, esta medida surge no seguimento do anúncio do Governo em fechar temporariamente as fronteiras devido a pandemia do Covid-19.

Conforme o documento, o atendimento presencial fica restrito aos casos urgentes e mediante marcação prévia, por telefone da instituição.

Senegal tem até agora 27 casos confirmados e nenhum óbito. As autoridades têm decretado algumas medidas preventivas, nomeadamente o encerramento de escolas e universidades.

A Embaixada de Cabo Verde em Portugal também trabalha a meio gás, tendo condicionado o atendimento aos serviços prestados, efectuando apenas situações em que a presença do interessado seja “absolutamente necessária e no caso de se tratar de “uma situação de urgência”.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infectou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.200 morreram.

Das pessoas infectadas, mais de 82.500 recuperaram da doença.

O surto começou na China, em Dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

HR/DR

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos