Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Director nacional de Saúde reitera que S. Vicente integra a lista das regiões do país com a transmissão local

Cidade da Praia, 23 Set (Inforpress) – O director nacional de Saúde reiterou hoje que S. Vicente integra a lista das regiões do país com a transmissão local de covid-19 e que em Cabo Verde se registaram mais 75 novos casos de infecção e dois óbitos.

“São Vicente, como uma ilha aberta, que recebe e, também, envia pessoas para outras ilhas, está  na contingência de ter casos, assim como Santiago”, apontou Artur Correia.

Instado se a ilha do Porto Grande já faz parte das regiões de transmissão local da covid-19, respondeu nesses termos: “Quando há um caso e que não há uma ligação directa com casos importados directamente das outras ilhas, é porque há transmissão local”.

Para o director nacional de Saúde,  a transmissão local “não é nada de outro mundo” e citou exemplos de outras parte do território nacional, como S. Filipe e Mosteiros, no Fogo, ou Santiago, onde há transmissão local.

“O desafio é termos  a capacidade de detectar precocemente, isolar, acompanhar  e evitar o alastramento de casos”, precisou.

Entretanto, nesta quarta-feira, o país registou mais dois óbitos, totalizando, neste momento, 54 mortes. Um dos óbitos ocorreu no concelho do Tarrafal e trata-se de um homem de 91 anos, enquanto a morte em Santa Cruz é de uma jovem de 31 anos de idade.

De acordo com o Boletim Epidemiológico (BE), hoje registaram-se mais 75 casos novos positivos e 95 recuperados, sendo 73 na Praia; um em Santa Catarina; um em  Santa Cruz;  16 em  São Miguel; dois na Ribeira Grande de Santiago e  dois no  Tarrafal.

O país passa a contabilizar 519 casos activos, 4837 casos recuperados, 54 óbitos e 2 transferidos, perfazendo um total de 5412 casos positivos acumulados.

Segundo aquele responsável, Achada de Santo António, na cidade da Praia, continua a liderar a lista dos bairros com mais casos de infectados pela covid-19, (404 casos), seguido de Palmarejo, com 290 casos.

O bairro de Achadinha, segundo Artur Correia, surge em terceiro lugar, com 171 casos e a seguir vem Ponta d’Água com 162 infectados, Tira-Chapéu (161); Várzea (133); Achada Grande Trás (128), Achada Eugénio Lima (125); S. Martinho Pequeno (119); Calabaceira (108); Terra Branca (107) e  Achada  de S. Filipe (104).

Para ele,  não deixa de ser “preocupante” o facto de um bairro como o de Palmarejo ocupar o segundo lugar em termos de pessoas infectadas.

“De acordo com os dados disponíveis, a maior parte da transmissão está sendo feita a nível familiar”, informou o director nacional de Saúde, que apelou às pessoas no sentido de evitarem a utilização do ar condicionado e abrirem o máximo possível as janelas das suas casas ou gabinetes e evitar contactos próximos.

Para aquele responsável, se as pessoas acatarem os conselhos das autoridades sanitárias, seguramente, a transmissão na capital diminuirá.

LC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos