Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Direcção Nacional da Educação orienta as escolas do País para o reforço das medidas de prevenção

Cidade da Praia, 05 Jan (Inforpress) – A Direcção Nacional da Educação já orientou todas as escolas no sentido de reforçar as medidas de prevenção contra a covid-19 e apela à adesão dos alunos e professores à vacinação da dose de reforço contra a doença.

A informação foi avançada pela directora nacional da Educação, Eleonora Souza, que falava à Inforpress sobre as precauções adoptadas para a retoma das aulas, após as férias lectivas, a acontecer no dia 06 de Janeiro, num período em que os casos de infecção em Cabo Verde estão a aumentar “significativamente”.

“Realmente as aulas do segundo trimestre vão ter início no dia 06 de Janeiro, e estamos cientes do aumento dos casos a nível nacional, mas também a nível internacional e neste sentido a Direcção Nacional da Educação já mandou para todos os delegados de educação orientações no sentido de reforçar as medidas de prevenção contra a covid-19 a nível das escolas”, precisou a directora.

Segundo a mesma fonte, todas as medidas devem ser reforçadas, desde a utilização de máscara, distanciamento social e a higienização das mãos.

Conforme observou Eleonora Sousa, as escolas são espaços onde se é possível fazer o “controlo” dos alunos, isto é o controlo “não escapa” aos professores e a própria direcção das escolas, no entanto, reforçou que a aposta é no reforço das medidas de prevenção para uma “maior segurança” de toda a comunidade educativa.

“Uma outra orientação enviada às escolas, foi no sentido de sensibilizar os alunos e os professores que já estão vacinados para tomarem a dose de reforço e os alunos dos 12 a 17 anos que a vacinação iniciou no mês de Dezembro que foram interrompidas na sequência das férias lectivas para ser retomada por forma a garantir alguma segurança e algum controlo do contágio”, acrescentou esta responsável.

Segundo os dados da Direcção Nacional de Saúde, nesta faixa etária dos 12 aos 17 anos cerca de 46% já estão vacinados, apontou Eleonora Sousa, que acredita que, com a retoma das aulas e com a sensibilização, mais alunos vão ser vacinados.

Por isso, apelou, mais uma vez, aos pais e encarregados de educação para assinarem os termos de consentimento e para também continuarem a confiar no combate que vem sendo dado à covid-19, para que o País vença esta pandemia.

TC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos