Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Direcção-geral da Inclusão Social reforça serviço de cuidados para idosos

Cidade da Praia, 19 Jun (Inforpress) – A Direcção-geral da Inclusão Social anunciou hoje que vai reforçar o serviço de cuidados para os idosos, investindo no serviço dos cuidadores a domicílio, com o apoio das Nações Unidas.

Em declarações à Inforpress, a directora-geral da Inclusão Social, Mónica Furtado, explicou que o apoio recebido no âmbito da Covid-19, vai permitir que os cuidadores, que tinham um serviço a cumprir durante três meses, continuem a exercer o trabalho até Dezembro.

“Isso é bom porque os idosos a quem se prestava esse tipo de cuidado têm necessidades para além do Covid-19, particularmente, agora que os centros estão encerrados e as famílias têm limitações de visitas, devido a pandemia”, realçou.

Neste cenário, a responsável afirmou que a situação dos idosos tende a tornar-se mais vulnerável, pelo que alargar o serviço do cuidador até o mês de Dezembro é “muito bom” pela garantia de protecção e bem-estar deste seguimento da população.

De acordo com Mónica Furtado, os idosos precisam de pessoas com conhecimento técnico que “trabalhem bem” e possam responder ao objectivo do cuidado, principalmente, no momento em que os centros estão fechados.

Os beneficiados deste serviço dos cuidadores até Dezembro serão os idosos que vivem sós ou que possuem dependência média ou severa, indicou Mónica Furtado, explicando que o propósito desta acção é cumprir o Plano Nacional de Cuidados.

Conforme a mesma fonte, para se identificar os que mais necessitam deste apoio foi feita uma triagem a nível de todos os municípios do país, com identificação dos que vivem só ou possuem dependência que exige cuidados especiais.

A base de identificação dos idosos, segundo Mónica Furtado, é feita através do Cadastro Social Único, um instrumento de registo e classificação da situação socioeconómica dos indivíduos e agregados familiares em Cabo Verde, permitindo a identificação de potenciais beneficiários de programas a nível da protecção social.

PC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos