Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Delegado de Saúde da Brava preocupado com comportamento das pessoas

Cidade da Praia, 02 Jun (Inforpress) – O delegado de Saúde na Brava, Júlio Barros, declarou-se hoje “preocupado” com a situação sanitária na ilha e adiantou que vai reforçar as acções de sensibilização e informação das pessoas que, afirmou, não têm colaborado.

“A situação da Brava é preocupante porque o número de casos está a aumentar e a maioria das zonas já registou casos de covid-19. A minha preocupação maior tem a ver com o comportamento das pessoas”, disse Júlio Barros adiantando que a delegacia de Saúde tem recebido denúncias de pessoas infectadas a circularem nas ruas quando a recomendação é para o isolamento.

“A delegacia de Saúde tem deslocado sempre juntamente com a Protecção Civil e a Polícia Nacional para orientar as pessoas”, disse o delegado de Saúde da Brava, em declarações à Rádio de Cabo Verde.

Com vista a reverter esta situação adiantou que ficou decidida a realização, todas as quintas-feiras, de um encontro com os parceiros para a avaliação da situação e definição de mecanismos a adoptar para melhorar a situação epidemiológica na ilha.

Para já Júlio Barros disse que já solicitou junto do Ministério da Saúde, mas meios materiais e humanos para melhores respostas.

Igualmente vai solicitar apoios da Cruz Vermelha, com a disponibilização de voluntários para ajudar sensibilização da população.

Já falamos com o Ministério de Saúde em termos de reforço das viaturas, de enfermeiros e médicos que podem vir aqui dar formação e ajudar na organização do hospital. “Vamos solicitar à Cruz Vermelha a disponibilização de voluntários para distribuição de panfletos nas zonas, com carro de som para mais informação e educação dos bravenses”, explicou.

Entretanto, o delegado de saúde adiantou que há “alguma tranquilidade” quanto aos idosos, considerados a camada mais letal face á covid-19, já que a maioria já está vacinada.

“A nossa principal preocupação tem a ver com a educação das pessoas”, afirmou Júlio Barros. A ilha Brava tem neste momento 66 casos activos com os 36 registados no dia 01 de Junho, data que liderou a contagem dos casos diários.

Hoje registou apenas um caso, resultado da única amostra analisada.

Cabo Verde registou, nas últimas 24 horas, mais dois óbitos provocadas pela covid-19, sendo um na Praia e outro em Santa Catarina, tendo sido notificados também 271 novos casos, de um total de 974 amostras analisadas.

A pandemia do novo coronavírus ultrapassou hoje os 171 milhões de casos de infecção a nível mundial, com o registo de mais de 478 mil novos contágios nas últimas 24 horas, conforme indicou o balanço da France-Presse (AFP).

No total, e desde que o novo coronavírus (SARS-CoV-2) foi identificado na China em Dezembro de 2019, pelo menos 171.096.690 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em todo o mundo.

Com esses últimos dados, Cabo Verde passa a contabilizar um total de 30.694 casos positivos acumulados desde o início da doença em Março de 2020, dos quais 1.466 estão ainda activos, 28.944 recuperaram e registaram-se 266 óbitos.

MJB/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos