Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cruz Vermelha garante refeição quente às famílias mais carenciadas durante o período a pandemia

Cidade da Praia, 08 Mai (Inforpress) – O presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde (CVCV) avançou hoje que a instituição inicia na próxima semana a distribuição de refeição quente às famílias mais carenciadas do município da Praia para fazer face a pandemia da covid-19.

Em entrevista à Inforpress, Arlindo de Carvalho disse que a Cruz Vermelha de Cabo Verde, em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV), irá implementar esse projecto na ilha de Santiago, a começar pela Cidade da Praia.

Para arrancar com o projecto, referiu, a CVCV já identificou cerca de 100 famílias mais carenciadas no município da Praia durante o período da covid-19 que afecta o País, ressalvando que a instituição quer abranger cerca de 300 famílias mais vulneráveis na capital.

“Neste momento estamos numa fase avançada com o estabelecimento de uma parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo com vista ao fornecimento de refeição quente às famílias mais carenciadas aqui na Praia. Esta prática já vem sendo realizada na ilha do Sal e vamos agora trazer essa prática para a ilha de Santiago”, declarou, referindo que a CVCV está a mobilizar mais parceiros na aquisição e mobilização de produtos alimentares.

Ainda no quadro de mobilização de recursos e parceiros, disse que a CVCV já recebeu cerca de dois mil contos da Federação Internacional da Cruz Vermelha para fazer face a pandemia da covid-19.

Informou ainda que a instituição que dirige prevê receber da referida federação um valor de 30 mil contos para garantir o reforço do plano de contingência nos próximos nove meses, acrescentando que a CVCV já recebeu várias doações de empresas nacionais e da China para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

“Vamos receber ainda da Cruz Vermelha da China cerca de 20 mil máscaras e estamos à espera da luz verde por parte do Governo d Canadá sobre o financiamento do projecto de reforço ao programa de assistência alimentar na mitigação dos efeitos da covid-19”, disse.

O concelho da Praia registou nas últimas 24 horas mais 12 casos positivos de infecção pelo novo coronavírus (covid-19), elevando para 230 o total de infectados no País, desde o início da epidemia.

Cabo Verde regista assim 230 casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (171, sendo 168 na Praia, dois no Tarrafal e um em São Domingos), da Boa Vista (56) e de São Vicente (três).

Destes casos testados positivos, há a registar 44 recuperados (34 da Boa Vista, sete na Praia e três em São Vicente) e duas mortes – um cidadão inglês de 62 anos que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e uma idosa de mais de 90 anos do concelho da Praia.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 267 mil mortos e infectou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Cerca de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

 

A Cruz Vermelha de Cabo Verde, instituição humanitária sem fins lucrativos, dotada de personalidade jurídica, auxiliar dos poderes públicos, em particular dos serviços militares, de saúde, e nessa qualidade, vem tendo intervenções em todo o país e em vários domínios designadamente, infância, terceira idade, educação, saúde, juventude, direitos humanos, Direito Internacional Humanitário, RLF – Restabelecimento de Ligações Familiares, entre outros.

 

CM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos