Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Certificado de vacinação só serve para viagens quando as pessoas estiverem com vacinação completa – DNS

Cidade da Praia, 02 Ago (Inforpress) – O certificado de vacinação de covid-19 só serve para efeito de viagens quando as pessoas já estiverem com a vacinação completa pelo menos 14 dias antes da data da viagem.

O esclarecimento foi feito hoje pelo director Nacional de Saúde, durante a conferência de imprensa semanal para balanço da situação epidemiológica em Cabo Verde, em que apresentou também algumas novidades previstas no âmbito da resolução publicada no dia 30 de Julho.

“O certificado só substitui os testes, desde que, no caso de esquemas de duas doses, a última dose tenha sido feita pelo menos 14 dias antes da data da viagem. Se for no esquema de dose única, como é o caso da vacina da Jonhson, tem de ser pelo menos 28 dias antes da data. Só nessas condições é que o certificado de vacinação poderá ser válido. Se não, a pessoa pode correr o risco de não ter o seu certificado aceite e não conseguir fazer a sua viagem”, alertou.

Jorge Noel Barreto informou ainda que houve alteração na idade das crianças e são obrigadas a apresentar testes para viagens inter-ilhas.

A resolução prevê que pessoas com idade inferior a 12 anos estão dispensadas da realização de testes para viagens inter-ilhas.

Já para as viagens internacionais adiantou que é preciso considerar o que o país de destino exige em relação a este assunto.

“Nós sabemos que há países que exigem testes a crianças com mais de dois anos, outros mais de sete, outros mais de dez. Enfim, as situações vão variando de acordo com o país de destino”, apontou.

“E aqui nós recomendamos que passageiros com crianças devem procurar saber junto da companhia de viagem e ou no site do país de destino quais são as condições, porque essas condições vão variando com o passar do tempo e nem sempre vai ser possível à Direcção Nacional de Saúde acompanhar todas as alterações que acontecem em todos os países do mundo”, recomendou.

Jorge Noel Barreto adiantou que cerca de 42% da população adulta cabo-verdiana já tomou pelo menos uma dose, existindo neste momento sete municípios que já ultrapassaram os 50% da população e alguns que já ultrapassaram a meta de 70%, conforme foi definida pelo Governo.

Aproveitou para reiterar o apelo às pessoas para que adiram à campanha de vacinação contra a covid-19 que está a decorrer em todo o País, para que todos possam estar mais protegidos o mais rápido possível.

MJB/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos