Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cerca 19 mil pessoas já receberam pelo menos a primeira dose da vacina – DNS

Cidade da Praia, 10 Mai (Inforpress)-O director nacional da Saúde avançou hoje que cerca de 19 mil pessoas já receberam pelo menos a primeira dose da vacina, sendo que mais de 12 mil são idosos.

Jorge Noel Barreto, que falava esta tarde na habitual conferência de imprensa do Ministério da Saúde para fazer o ponto de situação da pandemia no país, explicou que cerca de 95 por cento (%) dos profissionais de saúde já foram vacinados com a primeira dose e 70% já tomaram a segunda dose.

“Um total de 12.676 pessoas idosas já recebeu a primeira dose da vacina, e insistimos com as pessoas que têm 65 anos ou mais, que já se inscreveram, mas ainda não foram contactados, que entrem em contactos com o centro de saúde ou a delegacia de saúde mais próximo da sua residência para saber o que se passa”, disse.

Por outro lado, avançou que o stock existente não é suficiente para alargar a campanha de vacinação a outros grupos, mas sublinhou que o Governo está a fazer contactos com outros parceiros para adquirir mais vacinas.

Segundo o director nacional, de 26 de Abril a 09 de Maio foram analisadas 21.647 amostras, o que dá 1.546 diárias que resultou em 4.093 novos casos por semana e uma média de 285 casos novos por dia

“Comparando com os 14 dias anteriores, continuamos a ter um aumento de casos, embora haja uma diferença entre um período e o outro”, revelou Jorge Noel Barreto, avançando que a taxa de positividade é de 19%.

Em termos de taxa de incidência acumulada, avançou que nenhum concelho está abaixo de 25 por 100 mil habitantes e quatro concelhos estão com a taxa de incidência acumulada entre 25 e 150 por 100 mil habitantes, nomeadamente Tarrafal de Santiago (144 por 100 mil), São Miguel (147 por 100 mil), Mosteiros (87 por 100 mil) e Santa Catarina do Fogo tem (96 por 100 mil)”,

Os restantes 18 concelhos estão com a taxa superior acima dos 150 por 100 mil, Praia (934 por 100 mil), Boa Vista (940 por 100 mil) São Vicente (853 por 100 mil), São Domingos (190 por 100 mil), Santa Cruz (283 por 100 mil), Sal (463 por 100 mil), Santa Catarina de Santiago (292 por 100 mil), Ribeira Grande de Santo Antão (1015 por 100 mil), Porto Novo (1011 por 100 mil) e Paul (1312 por 100 mil).

Constam ainda da lista Ribeira Brava, em São Nicolau (2582 por 100 mil), Tarrafal de São Nicolau (1177 por 100 mil), São Salvador do Mundo (478 por 100 mil), Ribeira Grande de Santiago (803 por 100 mil), Maio (1304 por 100 mil) e São Lourenço dos Órgãos (683 por 100 mil), São Filipe (470 por 100 mil) e Brava (1216 por 100 mil).

Jorge Noel Barreto explicou que a nível nacional, a taxa de incidência acumulada nos últimos 14 dias está em 727 por 100 mil habitantes, aumento esse que poderá fazer com que o país chegue ao pico da doença.

“Os casos estão a aumentar e a nossa preocupação mantêm-se, mas teremos de aguardar por mais alguns dias para ver se as medidas anunciadas pelo Governo recentemente começassem a ter efeitos”, sublinhou o director, que apelou mais uma vez a todos os cabo-verdianos no sentido de assumirem o seu papel, a serem responsáveis e conscientes de que a situação actual é crítica.

Cabo Verde registou nas últimas 24 horas três óbitos e 137 novos casos de covid-19, num universo de 1.044 amostradas analisadas, pelo que o país passa a contabilizar um acumulado de 26.578 casos positivos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.294.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 158.221.430 casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AV/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos