Covid-19:  Cabo Verde tem seguido diretrizes dos PALOP na implementação das novas modalidades do ensino – responsável

Cidade da Praia, 15 Set (Inforpress) – A directora do Serviço de Gestão Educativa do Ministério da Educação disse hoje que Cabo Verde tem seguido as directrizes dos PALOP em termos a implementação das novas modalidades do ensino e aprendizagem, no contexto da pandemia da covid-19.

Rosa Silva falava à margem do webinário “Estratégias de ensino/aprendizagem à distância”, realizado hoje no quadro da parceria entre os Ministérios da Educação e a Comissão da UNESCO nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

De acordo com a responsável, a realização desse webinário, que vai na sua terceira edição, vai permitir ver o grau de implementação dos modelos de ensino nos respectivos países, bem como “beber” das suas experiências.

“Conseguimos ver que Cabo Verde não está longe do que os outros países fizeram e que praticamente tem seguido as suas directrizes, tendo conta que foi algo novo para todos “, observou.

Em relação à preparação do ano lectivo, Rosa Silva disse que vai ser um “sistema híbrido” com um regime presencial, com todas as precauções exigidas pelas autoridades sanitária, e o misto (presencial e à distância), para as situações onde não é possível fazer turmas únicas.

Acrescentou que a carga horária foi reduzida para metade, 25 minutos para presencias e 25 minutos para não presencial, com algumas disciplinas a passarem a ter duas aulas presenciais e outros tantos não presenciais.

Rosa Silva informou ainda que com a redução da carga horária e o desdobramento de turmas, os alunos do 5º ao 12º anos passam a frequentar as aulas em dias alternados, com o alagamento até aos sábados.

Por sua vez, a directora do Serviço Multimédia na Direcção Nacional da Educação, Alana Monteiro, referiu que, no âmbito da preparação do ensino à distância, há uma série de programas desenvolvidas   para dotar os professores de ferramentas para acompanhar   essa nova dinâmica.

De entre esses programas, adiantou que está em curso uma formação em recursos educativos digitais, a implementação da TV educativa, aquisição de televisores, para as famílias carenciadas e tabletes para os professores.

A responsável comunicou ainda que, para apoiar os professores no processo de conectividade, há um protocolo em curso com as operadoras de telecomunicações em Cabo Verde.

Este webinário acontece no âmbito do ciclo de webinários “Juntos a responder aos desafios da covid-19 no contexto de encerramento e reabertura de escolas nos países”.

O evento destaca as medidas para a recuperação das perdas de aprendizagem ocorridas durante os encerramentos e as respetivas soluções através de programas de aprendizagem acelerada e/ou correctiva que podem conciliar o ensino presencial com o a distancia.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos