Covid-19: Cabo Verde regista três mortes e 76 novos casos de infecção

Cidade da Praia, 23 Out (Inforpress) – Cabo Verde registou hoje 76 nova infecções pelo novo coronavírus, perfazendo um total acumulado de 8.198 casos positivos e três óbitos, respectivamente na Praia, São Salvador do Mundo, em Santiago, e São Filipe, na ilha do Fogo.

Segundo o epidemiologista Jorge Noel Barreto, em conferência de imprensa, foram analisadas 526 amostras e, também, disse, registaram-se 94 recuperados, sendo Praia (69), São Domingos (7), Santa Catarina (5), Santa Cruz (1), São Lourenço dos Órgãos (1), São Filipe (8), Porto Novo (2) e Sal (1).

O país passa a contabilizar 1.068 casos activos, 7.034 recuperados, 94 óbitos e dois transferidos, perfazendo um total acumulado de 8.198 casos positivos.

A presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima, porque se está no fim da campanha eleitoral e pode haver ajuntamento de pessoas, reiterou o apelo às candidaturas no sentido de evitarem, por um lado, “grandes aglomerações” e, por outro, respeitar o distanciamento físico, que, disse, é “fundamental”.

“Sete em cada dez pessoas podem estar infectadas sem manifestar nenhum sintoma e estarem a transmitir activamente infecção”, alertou a presidente do INSP.

Instada se a redução do número de casos nos últimos dias é bom sinal, afirmou que acredita que seja um “bom prenúncio”, mas que ainda cedo para se ter esta postura definitiva.

Maria da Luz Lima admitiu o desafio de se realizar um estudo, a fim de se aferir sobre a ligação directa das campanhas eleitorais ao aumento do numero de casos de infecção de covid-19.

“Teríamos que fazer uma investigação muito profunda e ver as pessoas que estiveram envolvidas nas campanhas, o que é muito difícil de saber”, indicou a presidente do INSP, a propósito de um eventual estudo sobre como as campanhas políticas contribuem para o aumento de casos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos