Covid-19: Cabo Verde regista mais uma morte e 71 novos casos

Cidade da Praia, 20 Set (Inforpress) – O Ministério da Saúde anunciou hoje mais um óbito e 71 novos casos de covid-19, num universo de 474 amostras testadas nos laboratórios de virologia do País, pelo que Cabo Verde passa a contabilizar um acumulado de 5.257casos.

Segundo o boletim epidemiológico, o óbito ocorreu no concelho de Santa Catarina de Santiago, onde registou também mais (02) casos positivos. Os restantes foram contabilizados na Praia, (57), Santa Cruz (02), São Domingos (01), São Filipe (02), e São Vicente (03), Ribeira Grande de Santo Antão (01) e Sal (03).

Cabo Verde passa a contabilizar 605 casos activos, 4599 recuperados, 51 óbitos, dois transferidos e um total de 5.257 casos positivos acumulados de covid-19.

De acordo com a mesma fonte, os 18 recuperados foram registados na Praia (08), Santa Cruz (06), São Domingos (01), São Vicente (01) e Sal (02).

O Ministério da Saúde e da Segurança Social reforçou o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscara e pratiquem a higiene das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação da covid-19.

Dados do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) indicam que  o continente africano registou nas últimas 24 horas 192 mortes e mais 8.626 casos de infecção.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique em número de casos.

Angola regista 147 mortos e 3.901 casos, seguindo-se Cabo Verde (51 mortos e 5.257 casos) e Moçambique (41 mortos e 6.537 casos).

A Guiné-Bissau mantém os 39 mortos e 2.303 casos desde quinta-feira enquanto São Tomé e Príncipe mantém igualmente há quatro dias o número de 15 mortes e 908 casos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 957.948 mortos e mais de 30,8 milhões de casos de infecção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AV/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos