Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cabo Verde já fez 1.500 testes aplicados a 342 suspeitos, Governo (c/áudio)

Cidade da Praia, 22 Abr (Inforpress) – O Governo garantiu hoje que Cabo Verde já testou 342 pessoas num universo de 1500 testes, consoante as directivas da Organização Mundial da Saúde (OMS), com utilização da técnica mais molecular, “a melhor existente” a nível mundial.

Esta informação foi avançada hoje no parlamento durante a primeira sessão parlamentar de Abril pelo ministro de Saúde, Arlindo do Rosário,  convicto de que estes testes permitem resultados fiáveis, mas que precisam de algum tempo de infecção dos pacientes, tendo acrescentado que as decisões politicas são baseadas em questões técnicas.

“Vamos continuar a aumentar os testes, porque também poderemos ter mais casos para ser investigados. Estamos a investigar todos os contactos e é evidente que o aparecimento de número de casos deverá alargar o número de testes realizado”, explicou o governante, convicto de que “as medidas de contenção estão sendo eficazes”.

Por sua vez, o ministro de Estado,  Fernando Elísio Freire, lembrou que Cabo Verde por ser “um dos países mais expostos e mais aberto ao mundo”, com a sua economia ancorada no turismo, transporte e prestação de serviço, “fortemente dependente da circulação de pessoas, bens e investimentos externo”, viu na covid-19  o condicionamento e um “enorme travão na sua economia”.

O governante disse que “esta maldita doença” levou o executivo “a ter uma aposta decisiva na prevenção e que as medidas são mais eficazes quanto mais os cidadãos se empenham em cumprir com rigor e com disciplina as regras do isolamento em casa, do distanciamento social e da protecção”, numa “guerra primeira pela sobrevivência e depois para mitigar os efeitos”

Alertou que o sucesso desta luta depende do comportamento adequado de cada cidadão para a “vitória final” e que qualquer decisão das autoridades, a nível do Sistema de Saúde, da Protecção Civil, da economia, da protecção ou da segurança está ligado a esta causa, considerando que “o mau comportamento individual pode colocar em causa todas as medidas de contingência e do estado de emergência”.

Fernando Elísio Freire afirmou que o Governo tem actuado em várias frentes para proteger a vida, os cidadãos e atenuar os efeitos desta crise da covid-19 sobre o rendimento de famílias e das empresas, alegando que o executivo actua com base nas informações técnicas e cientificas disponíveis em estreita articulação com organismos locais, ONG, nacionais, organizações sindicais organismos internacionais.

Especificou que o Governo tem actuado na prevenção e em alinhamento com a medida das melhores práticas internacionais, asseverando que muito antes de a covid-19 ter sido declarada pela OMS como pandemia, o Governo aprovou em Fevereiro um financiamento inicial do plano de emergência e o início das restrições do voo com origem da Itália para Cabo Verde.

De acordo com dados oficiais da Direcção Nacional de Saúde, Cabo Verde conta com 68 casos positivos, sendo 52 testados na ilha da Boa Vista, 14 na cidade da Praia, um no concelho do Tarrafal e um na ilha de São Vicente.

Dois dos casos em Santiago estão oficialmente registadocomo sendo contraídos na Boa Vista.

Dos casos confirmados, registou-se um óbito a um cidadão inglês de 62 anos, que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e um doente dado como recuperado.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos