Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cabo Verde com mais dois óbitos e 722 novas infecções

Cidade da Praia, 12 Jan (Inforpress) – O Boletim Epidemiológico divulgado na tarde de hoje pelo Ministério da Saúde refere a duas mortes por outras causas e 722 novas infecções por Sars-CoV-2 em Cabo Verde num dia em que 1.157 infectados foram declarados recuperados.

Os óbitos foram registados nos municípios da Praia e de Santa Catarina de Santiago.

Conforme os dados referente ao dia 11 de Janeiro, no total foram analisadas 2.512 amostras das quais 722 resultaram positivo, traduzindo-se numa taxa de positividade de 28,7%.

Praia lidera a lista dos concelhos com maior número de casos (326), seguido de São Vicente com 165, São Filipe com 39, Ribeira Grande de Santo Antão com 29, Santa Catarina de Santiago e Ribeira Brava com 26 e Sal com 20 casos positivos.

Os dados mostram que apenas os concelhos de São Salvador e Santa Catarina não registaram casos.

Ribeira Grande de Santiago (01), São Domingos (05), Tarrafal de Santiago (02), São Miguel (10), São Lourenço dos órgãos (04), Mosteiros (12), Brava (03), Paul (07), Porto Novo (13), Tarrafal de São Nicolau (08), Boa Vista (15) e Maio (04) são outros dos concelhos que registaram novas infecções.

Todos os municípios mantêm doentes activos. Entretanto, um total de 1.157 doentes foram declarados recuperados, diminuindo para 4.914 o número de casos activos.

Com esta nova actualização o País passa a contabilizar 47.420 casos recuperados, 364 óbitos, 22 óbitos por outras causas e nove transferidos, que juntamente com os casos activos perfazem um total de 52.729 casos positivos acumulados.

Com vista a mitigar as consequências da pandemia de covid-19 em Cabo Verde, o Ministério da Saúde apela às pessoas para que adiram à campanha de vacinação contra a covid-19 que está a decorrer em todo o país, para que todos possam estar mais protegidos o mais rápido possível.

Reforça também o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscara e pratiquem a higiene das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação do vírus.

A covid-19 provocou 5.494.101 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde, foi detectada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, em Novembro, foram notificadas infecções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos