Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cabo Verde com 81 novos casos e 64 recuperados

Cidade da Praia, 23 Jun (Inforpress) – Cabo Verde registou nas últimas 24 horas mais 81 casos de infecção pelo novo coronavírus, num total de 944 amostras analisadas, num dia sem óbitos e em que 64 pessoas foram declaradas recuperadas.

Depois de registar zero caso no dia anterior, Praia volta a liderar a lista dos concelhos com maior número de casos diários, com a notificação de 18 novas infecções, seguido da Brava com 17, conforme o boletim epidemiológico, divulgado pelo Ministério da Saúde.

Os restantes casos positivos são provenientes do Porto Novo (12), São Vicente (10), São Filipe (08), Mosteiros (06), Ribeira Grande (03) Santa Catarina (02), Tarrafal (02), Santa Cruz (02) e Ribeira Brava (01).

Os 64 recuperados estão distribuídos pelos concelhos da Praia (25), São Domingos (01), Santa Catarina (12), São Filipe (14), Mosteiros (02), Ribeira Grande (01), Porto Novo (01,) São Vicente (06), Sal (01) e Maio (01).

Com a actualização dos dados de hoje o país passa a contar com 687 casos activos distribuídos por todos os municípios com excepção de Tarrafal de São Nicolau, que há vários dias está sem casos activos.

Conforme os dados do Ministério de Saúde desde início da pandemia de covid-19 em Cabo Verde, em Março de 2020, o país já registou 32.192 casos positivos acumulados, 284 óbitos, com 31.202 infectados a serem declarados recuperados.

A nível mundial a pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.884.538 mortos, resultantes de mais de 179 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

O Ministério da Saúde aproveita para reforçar o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscara e pratiquem a higiene das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação da covid-19.

As autoridades sanitárias pedem ainda às pessoas para aderirem à campanha de vacinação em curso em todo o território nacional, enquanto uma das ferramentas existentes, neste momento, para conter a pandemia.

O Ministério da Saúde reduziu de 45 para 40 anos a idade para a inscrição para a vacinação e alerta às pessoas vacinadas com o fármaco da AstraZeneca que o intervalo entre as duas doses diminuiu de três para dois meses, pelo que devem contactar os centros de saúde e as delegacias de saúde para o reagendamento da data para a toma da segunda dose.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

MJB/CP

Inforpress/fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos