Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Cabo Verde com 67,6% da população adulta totalmente imunizada – DNS

Cidade da Praia, 29 Nov (Inforpress) – Cabo Verde já conta com um total de 67,6% da população adulta totalmente imunizada, ou seja, com as duas doses de vacina contra a covid-19, sendo que 10 dos 22 concelhos do país já ultrapassaram a meta de 70%.

Os dados foram revelados na tarde de hoje pelo director nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, que apontou o concelho do Paul como o primeiro município do país a alcançar 100% da população estimada com as duas doses de vacina.

“Ainda temos mais cerca de 8.700 pessoas para serem vacinadas com a segunda dose para que possamos ultrapassar 70% da população com vacinação completa”, precisou. salientando a necessidade de se alcançar as metas de vacinação e ter as pessoas protegidas, sobretudo, com o surgimento de novas variantes.

No que se refere à cobertura de pessoas adultas com primeira dose de vacina contra a covid-19, esta segunda-feira a taxa situava-se em 82,8%, próximo à meta de alcançar 85% até ao final deste ano.

Jorge Noel Barreto que prevê, que ainda antes do Natal o país vai alcançar a meta proposta.

“A média de primeiras doses aplicadas por dia, nos últimos dias, tem sido de 280, o que quer dizer que se mantivermos esta média de primeiras doses por dia, muito provavelmente na véspera de Natal o país já terá atingido os 85% de população adulta com a primeira dose de vacina contra covid aplicada”, perspectivou.

Entretanto, indicou que ainda há quatro concelhos que não alcançaram 70% de taxa de cobertura da primeira dose, nomeadamente São Salvador Mundo, com 63,4%, Santa Catarina de Santiago com 63,4%, Tarrafal de Santiago 59,2% e Boa Vista com 56%.

Em relação à Boa Vista, Jorge Noel Barreto indicou que esta situação poderá ser justificada com a diminuição da população estimada, já que com a pandemia uma boa parte das pessoas deixaram a ilha.

Contudo, aproveitou para apelar às pessoas a aderiram à campanha de vacinação por forma a que o país possa estar mais protegido e mais preparado para fazer face à propagação de vírus com as novas variantes identificadas com várias mutações e que tem sido motivo de muita preocupação.

“O que já se sabe é que as vacinas continuam a proteger as pessoas. As vacinas estão disponíveis, os postos de vacinas estão disponíveis e tudo está a depender das pessoas. Apelamos que aqueles que ainda não se vacinaram que procurem um posto de vacina e façam a vacinação”, disse.

Cabo Verde registou nas últimas 24 horas cinco novos casos positivos, sendo quatro na Praia e um na ilha do Sal, num total de 344 resultados recebidos.

Com a actualização de hoje, o país passou a contabilizar 44 casos activos, 37.949 casos recuperados, 349 óbitos, 16 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total acumulado de 38367 casos positivos.

A nível mundial a covid-19 provocou pelo menos 5.197.718 mortos em todo o mundo, entre mais de 260,81 milhões infecções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron foi recentemente detectada na África do Sul e, segundo a OMS, o “elevado número de mutações” pode implicar uma maior infecciosidade.

MJB/JMV
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos