Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Brava: Sessenta pessoas submetidas ao teste de despiste em Nova Sintra

Nova Sintra, 21 Dez (Inforpress) – A Delegacia de Saúde da Brava retomou o plano de aplicação de testes para o despiste da covid-19 em algumas localidades da ilha, tendo já sido aplicado a 60 pessoas na Vila de Nova Sintra e todos com resultado negativo.

À Inforpress, Júlio Barros, delegado de saúde da ilha, avançou que a Brava vive há uma semana sem casos activos e sem casos suspeitos, considerando que a realização de 60 testes, todos com resultados negativos para a covid-19, é uma “vitória”.

Segunda a mesma fonte, o plano é fazer um rastreio na ilha e além da localidade de Furna, estão agendadas para a próxima semana visitas à freguesia de Nossa Senhora do Monte e mesmo na Vila de Nova Sintra, justificando que são estes os centros que concentram um maior número de pessoas.

O delegado salientou o facto de a Brava não ter registado há mais de uma semana nenhum caso positivo, mas, segundo ele, com a entrada e saída de passageiros, precisam ter uma noção de como a ilha se encontra.

À chegada das embarcações, o médico avançou que há um grupo que faz o controlo dos passageiros no cais da Furna, fazendo uma triagem detalhada de cada passageiro, como forma de tentar “controlar” a situação e diminuir a possibilidade da sua reentrada na Brava.

A equipa da delegacia tem vindo a realizar testes aos funcionários dos bancos, Câmara Municipal, Registo Civil, Tribunal e Procuradoria da Comarca da Brava, Electra, CV Telecom, entre outras instituições públicas e privadas.

Mas também abrangeram algumas lojas e estabelecimentos comerciais, condutores de transporte escolar e transportes públicos.

Segundo disse a mesma fonte, tem observado um “grande relaxamento” por parte da população que não está a usar máscaras e nem respeita as medidas de distanciamento e aglomeração.

Por isso, Júlio Barros aproveitou para reforçar o apelo para a necessidade de todos colaborarem nesta luta, pois relembrou que o País ainda não está livre e todos os dias há passageiros de outras ilhas com casos positivos e activos que entram na Brava.

Daí, alertou para a necessidade de se prevenirem e protegerem, pedindo à população que continue a seguir as medidas emanadas pelo Governo, seja no distanciamento social, uso de máscara, higienização das mãos e tudo que tiver ao alcance das pessoas para evitar a contaminação e a propagação do vírus.

Dos casos que surgiram desde o passado dia 13 de Outubro, 24 contaminações, todos os doentes já se encontram recuperados, confirmou o médico, realçando que foram assintomáticos e somente um deles teve a necessidade de ficar no espaço do isolamento da Delegacia de Saúde da ilha.

MC/JMV

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos