Covid-19/Brava: Oitenta e uma pessoas da Furna submetidas ao teste de despiste

Nova Sintra, 07 Jan (Inforpress) – A Delegacia de Saúde da Brava aplicou hoje 81 testes rápidos para o despiste da covid-19 na localidade de Furna, dando continuidade ao plano para “analisar” como se encontra a ilha neste momento.

Em declarações à Inforpress, Júlio Barros, delegado de saúde da Brava, avançou que dos 81 testes aplicados, somente um resultou positivo, tornando assim um caso suspeito para a covid-19.

Segundo a mesma fonte, a suspeita é uma senhora na casa dos 60 anos, mas que nesta sexta-feira será feito o teste PCR (Polymerase Chain Reaction) e depois avançará mais informações.

Estes testes de despiste já foram aplicados na Vila de Nova Sintra e segundo o médico estão agendadas visitas à freguesia de Nossa Senhora do Monte, justificando que são estes os centros que aglomeram um maior número de pessoas.

Júlio Barros relembrou que há quase um mês que a ilha não registava nenhum caso positivo ou suspeito da covid-19, mas que sempre veio apelando ao cumprimento das regras, tendo em conta a entrada e saída de passageiros, mais um motivo para a realização dos testes que permite à equipa de saúde ter uma noção de como a ilha se encontra.

Todos os casos que surgiram desde o passado dia 13 de Outubro, num total de 24 contaminações, e que já se encontram recuperados, o médico realçou que foram assintomáticos e somente um deles teve a necessidade de ficar no espaço do isolamento da Delegacia de Saúde da ilha.

O delegado de saúde acentuou que tem observado um “grande relaxamento” por parte da população que não está a usar máscaras e nem respeitando as medidas de distanciamento e aglomeração.

Por isso, Júlio Barros aproveitou para reforçar o apelo para a necessidade de todos colaborarem nesta luta, sublinhando que o País ainda não está livre e todos os dias há passageiros de outras ilhas com casos positivos e activos que entram na Brava, principalmente na época festiva (Natal e Ano Novo) em que o fluxo de passageiros aumentou.

Daí, continua a alertar para a necessidade de se prevenirem e protegerem, pedindo à população que continue a seguir as medidas emanadas pelo Governo, seja no distanciamento social, uso de máscara, higienização das mãos e tudo que tiver ao alcance das pessoas para evitar a contaminação e a propagação do vírus.

De acordo com os dados actualizados na quarta-feira, o País contabiliza 301 casos activos, 11633 casos recuperados, 113 óbitos por COVID-19, 3 óbitos por outras causas, e 2 transferidos, perfazendo um total de 12052 casos positivos acumulados.

MC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos