Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19/Brava: Festa de Santo António comemorado somente com missa solene – organização

Nova Sintra, 11 Jun (Inforpress) –  O presidente da Associação de Lém informou hoje que a festa de Santo António, comemorada na localidade de Lém, a 13 de Junho, será marcada este ano apenas com a missa solene, devido à pandemia da covid-19.

Anselmo de Pina avançou que o sentimento que reina no seio da associação e de toda a comunidade de Lém, residente e emigrada, é “algo inexplicável”, mas que necessário respeitar as restrições impostas para prevenir e impedir a propagação da covid-19.

Quanto ao dia em si, para não passar em branco, a única cerimónia que vai ser possível, segundo a mesma fonte, é a realização da missa, às 10:30, mas sem procissão.

Também, respeitando as medidas de restrição, informou que a associação estuda juntamente com entidades da Saúde e da Protecção Civil, formas de oferecer uma canja aos participantes na missa.

Por ter de cumprir o afastamento, além do uso das máscaras e das regras de higiene, Anselmo de Pina realçou que a capela é pequena, daí, para tentar acolher um maior número de fiéis, vão realizar a missa no polivalente.

Este responsável relembrou que o 13 de Junho é festejado “há décadas e décadas” na zona, mas que a associação só começou a organizá-la e festejá-la com “mais euforia” a partir de 2013.

Até então estava a ser uma “festa grande” e todos os participantes saiam satisfeitos com as actividades realizadas, precisou a mesma fonte.

Normalmente, a festa iniciava-se no mês de Maio, com a realização de actividades desportivas, culturais, e a parte profana, e, além da comunidade de Lém, pessoas de toda a ilha Brava, emigrantes e oriundas de outras ilhas costumavam nela participar e que culminava a 13 de Junho com a missa solene e o festival de música.

Anselmo de Pina pede aos fiéis para se conformarem porque a situação está “muito complicada”.

“Espero que esta pandemia seja ultrapassada o mais breve possível para prepararmos e festejarmos da melhor forma possível no próximo ano”, finalizou o responsável.

MC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos