Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Autoridades sem informações suficientes para dizer que há transmissão comunitária em São Vicente

Cidade da Praia, 23 Jun (Inforpress) – O Ministério da Saúde e Segurança Social considera que ainda não há informações suficientes para dizer que há transmissão comunitária de covid-19 em São Vicente, depois de hoje terem sido confirmados dois casos que eram suspeitos.

Em conferência de imprensa na tarde hoje, o director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Barreto, disse que o procedimento para o inquérito epidemiológico está em curso.

“Ainda não há informações suficientes para que possamos dizer que há transmissão comunitária. Conforme a informação vai se passando teremos mais informações que poderão ou não dar essa informação”, disse.

São Vicente tinha registado nos últimos dias cinco casos de covid-19 importados da ilha do Sal, com a origem devidamente identificada, depois de um longo período em que a ilha foi considerada livre de infecção.

Contudo, esses dois casos anunciados hoje, segundo informações são casos suspeitos, isto é, de pessoas que sentiram sintomas e foram para os serviços de saúde e que submetidos a testes rápidos tiveram resultados positivos, que depois foram confirmados pelo PCR, estando agora a investigação em curso para detectar a origem do vírus.

Outro município que entrou no rol dos afectados com o novo coronavírus é Ribeira Grande de Santiago, que também tinha apenas casos importados, até este momento (cinco caso de repatriados dos Estados Unidos que se encontravam em quarentena num dos hotéis do concelho).

Jorge Noel Barreto adiantou que as primeiras investigações mostram que essas infecções não estão relacionadas com os casos importados.

Pelos menos, quatros dos infectados tiveram contacto com um doente de covid-19 na cidade da Praia.

“São pessoas que vivem no concelho de Ribeira Grande de Santiago e das informações que nos deram é que três pessoas teriam tido contacto com uma pessoa com covid-19 aqui da Praia. Aliás, era de se esperar que Ribeira Grande de Santiago tivesse casos devido à proximidade com o concelho a Praia”, disse indicando que outros três eram casos suspeitos.

Para além dois casos de São Vicente e sete de Ribeira Grande de Santiago foram anunciados ainda nesta terça-feira mais 30 casos, sendo 21 do Sal, seis da Praia e três de Santa Catarina de Santiago, totalizando 39 novos casos.

O país a passou a contar com total acumulado de 983 casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo a Praia com 638 casos (65%), Sal com 142 (14%), Santa Cruz com 101 casos (10%) e Boa Vista com 57 casos corresponde a 5,5%.

Os casos activos neste momento aumentaram para 554 correspondente a 48,8% do total de casos já notificados.

Por outro lado, o país registou hoje um total de 59 altas, sendo 32 na Praia, 24 em Santas Cruz e três na ilha do Sal, elevando para 499 o número de recuperados desde início da pandemia em Cabo Verde.

Do total de casos (983) há a registar oito mortos e dois doentes foram transferidos para os seus países.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 472 mil mortos e infectou mais de 9,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

MJB/CP

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos