Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: Associação dos Comerciantes Chineses doa mais de 40 mil máscaras às autoridades sanitárias

Cidade da Praia, 08 Mai (Inforpress) – A Associação dos Comerciantes Chineses de Cabo Verde entregou hoje mais de 40 mil máscaras ao Ministério da Saúde e Segurança Social, na Cidade da Praia, para apoiar o País no combate àa pandemia do novo coronavírus.

Estes equipamentos importados da china, orçados em 2 milhões de escudos, segundo a secretária da associação, Wang Yuli, foram oferecidos ao ministério com intuito de ajudar o Governo e o povo cabo-verdiano na luta contra a covid-19.

Informou que “brevemente” vão chegar da China mais óculos de protecção que deverão ser doados ao Ministério da Saúde.

Para o director do Gabinete dos Assuntos Farmacêuticos, Bruno Santos, estes equipamentos chegaram “em boa hora”, numa altura em que a Cidade da Praia regista um aumento de número de casos positivos.

“Estamos a ter um `boom´ de caso na cidade da Praia e como é óbvio precisamos cada vez de máscaras para proteger não só os profissionais de saúde, mas também os doentes para não infectarem outras pessoas”, sublinhou.

Essas máscaras, frisou, vão contribuir para aumentar a capacidade de resposta do País face ao combate a esta pandemia e, de acordo com a Emprofac, em meados deste mês deverão a volta de milhão de máscaras para abastecer o mercado público e privado.

Ainda no dia de hoje, a Ordem dos Médicos de Cabo Verde ofereceu 357 viseiras de protecção individual ao Ministério da Saúde e Segurança Social.

Conforme o bastonário da Ordem dos Médicos, Danielson Veiga, estes equipamentos, que foram doadas por parceiros, são produzidos no País.

Esta oferta foi recebida pelo director nacional da Saúde, Artur Correia, e pelo director do Gabinete dos Assuntos Farmacêuticos, Bruno Santos, no Palácio do Governo.

Para além do Ministério da Saúde, a Ordem também ofereceu viseiras a vários serviços de saúde, nomeadamente, a Delegacia de Saúde da Praia e da Boa Vista e a Região Sanitária de Santiago Norte.

Cabo Verde regista 230 casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (171, sendo, 168 na Praia, dois no Tarrafal e um em São Domingos), da Boa Vista (56) e de São Vicente (três).

Destes casos testados positivos há a registar 44 recuperados (34 da Boa Vista, sete na Praia e três em São Vicente) e duas mortes – um cidadão inglês de 62 anos que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e uma idosa de mais de 90 anos do concelho da Praia.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 267 mil mortos e infectou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Cerca de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

AM/AA
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos