Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Covid-19: África registou mais 291 mortes e 9.587 novas infecções

Cidade da Praia, 25 Abr (Inforpress) – África registou hoje mais 291 mortes associadas à covid-19 e 9.587 novas infecções, para um total de 4.488.320 desde o início da pandemia, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), e depois de, no sábado, os países mais afectados não terem actualizado a sua situação, o número total de infectados nos 55 Estados-membros da organização era hoje de 4.488.320 e o de óbitos subiu para um total de 119.645 desde o início da pandemia.

Recuperaram da doença nas últimas 24 horas 10.472 pessoas, para um total de 4.029.494 desde o início da pandemia.

A África Austral continua a ser região mais afectada, registando 1.953.549 infectados e 61.693 mortos associados ao contágio com a doença.

A África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, registava hoje 1.572.985 casos e de 54.066 mortes.

O Norte de África, a segunda zona mais atingida, tinha um total de 1.339.619 infectados e 38.735 vítimas mortais desde o início da pandemia.

A África Oriental contabilizava 587.978 infecções e 10.804 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infecções cresceu para 454.040 e o de mortes para 5.983. Na África Central estão registados 153.134 casos de infecção e 2.430 óbitos.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, permanecia com um registo de 12.959 mortes e 220.658 infectados, seguindo-se a Tunísia com 10.170 mortes e 296.343 casos de infecção. Marrocos contabilizava 508.530 casos de infecção e 8.983 mortes associadas à covid-19.

Entre os países mais afectados estão também a Etiópia, com 249.292 infecções e 3.511 mortes, e a Argélia, com 3.190 mortos e 120.562 infectados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, os números oficiais do África CDC atribuem a Moçambique 806 mortes e 69.597 casos, seguindo-se Angola (574 óbitos e 25.279 casos de infecção), Cabo Verde (201 mortos e 21.784 casos), Guiné Equatorial (106 óbitos e 7.505 casos), Guiné-Bissau (66 mortos e 3.722 casos) e São Tomé e Príncipe (35 mortos e 2.292 casos).

No entanto, no sábado Moçambique anunciou mais uma morte e 46 novos infectados, Angola 213 novas infecções e três óbitos, Cabo Verde 310 novas infecções e a Guiné-Bissau anunciou mais um óbito e dois novos casos de infecção, que ainda não estão reflectidos hoje nos números da União Africana.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de Fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infecção, duas semanas depois.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.088.103 mortos no mundo, resultantes de mais de 145,5 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos