Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Correios de Cabo Verde quer ser uma das cinco melhores empresas cabo-verdianas no horizonte 2028

Cidade da Praia, 08 Out (Inforpress) – Os Correios de Cabo Verde (CCV) quer ser uma das cinco melhores empresas cabo-verdianas no horizonte 2028 em termos de volume de negócios, riquezas, geração de empregos e valor acrescentado, perspectivou o PCA, Isidoro Gomes.

O presidente do conselho de administração (PCA), Isidoro Gomes, fez estas afirmações em entrevista à Inforpress, no âmbito do Dia Mundial dos Correios que se celebra este sábado, 09, tendo afirmado que o cumprimento deste objectivo irá depender da implementação das reformas em curso.

Destacou a importância “indiscutível” da empresa Correios de Cabo Verde para o País que, lembrou, aderiu à união postal logo após a independência nacional, representado pelos CCV enquanto operador designado, que explora o serviço público de correios.

“Os Correios de Cabo Verde, há mais de 170 anos, vem desempenhando o papel da unificação do próprio território e na continuidade territorial, fazemos a ponte perfeita entre as ilhas e o mundo e naturalmente que o nosso foco sempre tem sido a nossa extensa diáspora”, declarou, referindo que os Correios de Cabo Verde é uma empresa âncora com representação em todos os municípios do País.

Para este responsável, a referida instituição tem sabido cumprir inteiramente a sua missão, social, empresarial e quer aumentar a visibilidade e o âmbito desta missão em todo o território nacional.

Ao longo da sua existência, de acordo com o PCA, os ganhos alcançados são notáveis tendo realçado que o facto de os cabo-verdianos avaliarem os CCV como uma das melhores empresas cabo-verdianas é muito motivador.

“O nosso maior ganho tem sido a nossa existência, somos a empresa mais antiga de Cabo Verde, a nossa marca e reputação são ganhos, se calhar, para perceber que, de facto, os CCV tem sido um ganho do país e dos cabo-verdianos, basta vermos que os Correios de Cabo Verde é a única empresa cabo-verdiana que conseguiu sobreviver a duas guerras mundiais, à pandemia da gripe espanhola e estamos a sobreviver, com algum sucesso, a esta nova pandemia”, enfatizou.

Conforme realçou, o actual contexto da covid-19 tem servido como uma espécie de acelerador para a implementação de projectos estruturantes da empresa, reconhecendo, no entanto, que a pandemia trouxe muitos constrangimentos mas, afirmou, os Correios de Cabo Verde tem-se mostrado “resiliente” ao conturbado ano de 2020.

Informou, por outro lado, que neste momento estão em execução vários projectos e que a instituição está a priorizar as áreas de negócios e crescimento com destaque para o comércio electrónico, logística, operação com foco na vertente entrega, transformação digital, utilização do quadro pessoal permitindo que todos os trabalhadores dos correios sejam agentes de mudança e de transformação.

Os Correios de Cabo Verde é uma das instituições mais antigas do país. Existe desde 02 de Janeiro de 1849, quando o Governo Geral da Província de Cabo Verde mandou publicar no Boletim Oficial o Regulamento para o serviço dos Correios das ilhas, rectificado pela Portaria nº 170-A, de 1852.

Ao se dotar os CCV do estatuto de sociedade anónima, em 1995, pretendeu-se muni-la de mecanismo para uma gestão com um grande grau de autonomia de modo a fazer face aos desafios que eram já conhecidos nessa época através dos estudos de viabilidade.

Os CCV passa a ter como objecto principal a exploração do serviço público de correios em todo o território nacional e a executar as convenções, acordos e regulamentos internacionais ligados à área dos correios.

O Dia Mundial dos Correios é celebrado a 09 de Outubro porque foi neste dia que, em 1874, aquando da assinatura do Tratado de Berna, as administrações postais uniram esforços e criaram a União Postal Universal, começando a maior rede de distribuição física do mundo.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos