COP27: UE rejeita retrocessos “inaceitáveis” em cortes de emissões de gases

Sharm El-Sheikh, Egito 19 Nov (Inforpress) – A União Europeia rejeita uma proposta “inaceitável” da presidência egípcia da COP27 sobre o clima, que punha em causa compromissos anteriores sobre a redução das emissões de gases com efeito de estufa, disse hoje uma fonte governamental francesa.

“Nesta fase, a presidência egípcia está a pôr em causa as conquistas de Paris e Glasgow sobre a redução das emissões. Isto é inaceitável para a França e para os países da UE”, disse à AFP uma fonte da comitiva da ministra francesa da Transição Energética, Agnès Pannier-Runacher.

Pedra angular da luta contra as alterações climáticas, o Acordo de Paris de 2015 visa limitar o aquecimento global “bem abaixo dos 2ºC” em comparação com a era pré-industrial e, se possível, a 1,5ºC. Esta ambição foi reafirmada na COP26 em Glasgow no ano passado, refere a AFP.

“O problema é que a presidência egípcia está a tentar aprovar um texto que iria levantar as obrigações dos Estados de elevar regularmente as metas de redução de emissões para 1,5 graus”, referiu a mesma fonte.

A conferência das Nações Unidas sobre o clima (COP27), com as negociações paradas em questões como o financiamento para os países pobres, foi prolongada até hoje, quando deveriam ter terminado oficialmente na sexta-feira à noite.

Inforpress/Lusa

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos