Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

COP25: Greta Thunberg chega a Madrid depois de viagem de 10 horas desde Lisboa

Madrid, 06 Dez (Inforpress) – A activista sueca Greta Thunberg chegou esta manhã a Madrid onde vai participar na Marcha pelo Clima esta tarde, após uma viagem de 10 horas a bordo do Lusitânia Comboio Hotel, o comboio nocturno que liga Lisboa à capital espanhola.

Viajaram no comboio cerca de trinta jornalistas, fotógrafos e operadores de câmara de vários países que embarcaram no comboio em Lisboa para cobrir a viagem de Thunberg.

O interesse mediático em Lisboa já tinha sido grande e vai continuar a ser em Madrid onde a activista tem agendado a participação numa série de eventos.

A activista rejeita viajar de avião devido às emissões de gases poluentes associados e, depois de afastar a possibilidade de se deslocar num veículo eléctrico e receber ofertas inéditas, como a de cobrir os 625 quilómetros que separam as capitais ibéricas por burro, decidiu-se pelo comboio, apesar de a linha não estar electrificada na totalidade do seu percurso.

Em Madrid, Greta Thunberg vai participar na Marcha pelo Clima convocada para hoje ao fim da tarde, depois de dar uma conferência de imprensa, juntamente com outros membros do movimento das FridaysForFuture e Juventude pelo Clima.

A agenda da activista também inclui a sua participação, segunda-feira, no evento “Crianças e jovens perante as alterações Climáticas”, acompanhada da ministra da Educação espanhola, Isabel Celaá, a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, e a directora executiva da Unicef, Henrietta H. Fore.

Todos estes eventos são realizados à margem da Cimeira das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas conhecida como COP25 que foi transferida de urgência, em 01 de Novembro para Madrid, depois de o Chile ter anunciado que renunciava à sua organização, devido à contestação social sem precedentes no país.
Inforpress/Lusa/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos