Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Coordenadores e professores do ensino básico recebem formação sobre Método Kodály

Cidade da Praia, 02 Set (Inforpress) – Coordenadores, professores do ensino básico e profissionais que lidam diariamente com a música estão reunidos na Praia, em uma formação sobre o Método Kodály, que visa “reforçar as competências” a nível da educação artística e musical.

Promovido pelo Ministério da Educação, através da Direcção Nacional da Educação, em parceria com Cesária Évora Academia de Artes, a formação surgiu no âmbito da cooperação entre os governos de Cabo Verde e da Hungria, no domínio da educação e da cultura, desenvolvida em 2017.

Em declarações aos jornalistas, o formador João Barros explicou que este método oriundo da Hungria é o “mais adequado” na educação das crianças uma vez que reflete tudo aquilo que cada um tem enquanto cultura de cada país.

“Vamos mostrar aquilo que fazermos no nosso país, que é muito próximo daquilo que se faz aqui, ou seja trazer a música folclórica portuguesa para que os professores cabo-verdianos possam ter essa oportunidade de conhecer este estilo musical e transmitir para os seus alunos”, avançou, realçando que o objectivo é que cada professor e formador tenha a sua própria ideia do que irá fazer, e adaptá-la à música cabo-verdiana.

João Barros afirmou que se trata de um método “muito interessante”, que serve para as crianças da primeira infância até aos alunos da universidade.

“Durante a formação vamos falar das técnicas adequadas para trabalhar essas músicas, vamos dar algumas ideias aos professores com jogos e brincadeiras, porque a maior parte trabalha na área da primeira infância e do ensino básico”, sublinhou, frisando que a ideia é trabalhar em conjunto para que possam encontrar a melhorar técnica para as músicas cabo-verdianas.

Por seu turno, Alcídia Almeida, do Ministério da Educação, disse que essa formação vai ajudar na capacitação dos recursos humanos a nível da educação artística e musical.

“Esta formação, que será ministrada também em São Vicente, constitui uma continuidade do processo desencadeado desde 2017 até agora, e almejamos ter ainda este ano multiplicadores, ou seja, esses formandos que irão sair daqui serão multiplicadores do Método Kodály no terreno”, esclareceu, adiantando que a ideia é que todas as crianças do ensino básico tenham as mesmas oportunidades de aprendizagem musical e artística.

Esta é a terceira acção de formação para os docentes na Praia e vai estar dividida em duas fases, a primeira acontece de 02 de Setembro a 13, e a segunda esta prevista para 23 a 27 deste mês, sendo que São Vicente recebe a 2ª acção de 16 a 20 de Setembro.

AV/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos