Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Directora dos museus aponta reorganização e reinvenção dos espaços como o principal desafio

Cidade da Praia, 18 Mai (Inforpress) – A directora dos museus, Ana Samira Silva, apontou a reorganização e reinvenção dos espaços como o principal desafio a ser ultrapassado, de forma a permitir aos mesmos continuarem a cumprir o seu papel, principalmente no contexto de covid-19.

A responsável pela coordenação dos museus em Cabo Verde fez estas afirmações em declarações à Inforpress, no âmbito do Dia Internacional dos Museus, que se assinala hoje, 18 de Maio, que este ano se assinala sob o lema “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar”.

Conforme realçou, para contornar a crise pandémica da covid-19 no sector dos museus, foram realizadas várias acções, com destaque para o reforço da presença dos museus nas plataformas digitais, disponibilização de visitas virtuais em quatro dos oito museus existentes e o reforço dos conteúdos dos mesmos nas plataformas digitais.

Salientou ainda o reforço do trabalho técnico no sentido de preparar os museus para a sua reabertura com foco na prestação de serviços de qualidade ao público.

Ana Samira Silva destacou a importância e o papel que os museus desempenham enquanto guardiões da memória colectiva, afirmando que são vários os desafios a ultrapassar, com destaque para a reorganização e reinvenção dos espaços no cumprimento do papel que desempenham no contexto educativo e turístico.

“No contexto educativo, estamos a reprogramar as actividades dos museus e nesta perspectivas criamos um programa especifico ,que é o Museu vai à escola, portanto, para sem pôr em causa o cumprimento das medidas sanitárias, levar conteúdos aos alunos nas escolas, através de várias actividades pedagógicas”, referiu.

Já no contexto turístico, prosseguiu, está-se a repensar a reorganização das actividades dos museus para, havendo a reabertura do turismo, poder articular melhor com este sector e aumentar o número dos visitantes aos mesmos.

O desafio a nível das comunidades no actual contexto da covid-19, acrescentou a directora, é o de continuar a divulgar os museus nas comunidades, através das associações comunitárias, para garantir o cumprimento do papel social e o reconhecimento por parte dos nacionais do museu como um espaço de lazer e de conhecimento.

Informou, por outro lado, que de Janeiro a Maio deste ano, os museus já receberam cerca de quatro mil visitantes, um número que considera, no entanto, ainda bastante reduzido, tendo ressalvando que a afluência dos museus será determinada pela melhoria da situação sanitária e da evolução da crise pandémica.

Ana Samira Silva destacou a importância e o impacto da criação dos museus virtuais no contexto da pandemia da covid-19, revelando que durante o período de confinamento os quatro dos oito museus nacionais receberam cerca de cinco mil visitantes nas plataformas digitais.

A directora dos museus defendeu ainda a necessidade de reafirmação dos museus na construção de uma sociedade cada vez mais sustentável, apesar do registo da diminuição drástica do número de visitas em 2020, devido à pandemia da covid-19.

“De uma forma geral, o principal desafio neste momento é os museus prepararem-se para disseminar os seus conteúdos, para levar o seu conteúdo ao publico, independentemente de ser nas plataformas digitais ou no seu espaço físico”, reforçou.

Apontou, por outro lado, a necessidade de se reforçar a comunicação dos museus e de realização de mais acções de sensibilização junto das comunidades, sobre a importância dos desses espaços culturais na sociedade cabo-verdiana, frisando que essa sensibilização ainda não está no nível desejado, isto quando os dados de 2019 apontam que somente 13% de nacionais visitam os museus.

Disse ainda que a aposta nos museus virtuais é uma medida que será mantida e alargada aos restantes museus nacionais que estão sob a tutela do Ministério da Cultura.

O Dia Internacional dos Museus é comemorado anualmente em 18 de Maio.

O objectivo desta data é incentivar a população ao hábito de visitar e apreciar os museus, seja de arte moderna, clássica, contemporânea, etc.

O Dia Internacional dos Museus foi criado em 1977, através da iniciativa do ICOM – Conselho Internacional de Museus, um organismo que integra a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

CM/JM

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos