Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Coordenador diz que BCV quer introduzir educação financeira no ensino

Mindelo, 25 Out (Inforpress) – O coordenador do Gabinete Supervisão Comportamental do Banco de Cabo Verde (BCV) disse hoje no Mindelo, que o banco está a discutir com o Ministério da Educação como introduzir a educação financeira no ensino.

José Júlio Dias, que falava à imprensa à margem da Semana de Educação Financeira, dirigida a alunos da Escola de Negócios e Governação da Universidade de Cabo Verde, revelou que o objectivo do banco central é fazer com que a educação financeira chegue ao ensino, enquanto disciplina, mas que pretendem encontrar o espaço dentro dos currículos escolares.

“O documento já está no Governo e estamos a discutir com o Ministério da Educação como introduzi-lo. Se vai ser disciplinas escolares ou se vai ser sessão de “, avançou.

Conforme José Júlio Dias, o BCV tem o intuito de consciencializar a população jovem estudantil acerca da poupança e as actividades de educação financeira que tem realizado, “têm contribuído para a literacia financeira da população à medida que vai tendo acesso ao sistema financeiro”.

“As pessoas desde sempre introduzem na nossa mente que a poupança é o guardar, mas, o que transmitimos que a poupança não é só guardar. Ela tem que ser feita com o intuito de amanhã investir em algo vantajoso”, explicou, defendendo que, apesar do momento “complicado a nível financeiro e de saúde”, é necessário reforçar na comunidade que se deve voltar aos velhos hábitos da poupança.

CD/AA

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos