Cooperação: Próxima equipa de médicos chineses chega a Cabo Verde em Agosto – embaixador

Cidade da Praia, 25 Jul (Inforpress) – O embaixador da China em Cabo Verde, Xu Jie, considerou hoje que a equipa de médicos chineses tem desempenhado as suas funções com elevado sentido de responsabilidade e anunciou que o próximo grupo chegará ao País em Agosto.

As informações foram dadas pelo diplomata esta manhã, na Praia, durante a sua intervenção na cerimónia de entrega de equipamentos hospitalares da cooperação chinesa ao Hospital Agostinho Neto, orçados em mais de 4 mil contos.

Segundo disse, China e Cabo Verde desfrutam de uma profunda amizade tradicional e de uma cooperação frutífera a nível da saúde, com assistência técnica ao Hospital Agostinho Neto, intercâmbio académico e com doações de materiais médicos e vacinas.

“A China tem enviado regularmente equipas médicas para Cabo Verde desde 1984, a décima nona equipa médica chegou a Cabo Verde em Fevereiro de 2021 e ao longo de um ano e meio, tem desempenhado as suas funções com elevado sentido de responsabilidade, superando as dificuldades e trabalham com colegas locais na frente de combate contra a covid e desenvolveram uma profunda amizade com os colegas locais”, apontou.

Neste âmbito, disse que a próxima equipa de médicos chineses chegará ao arquipélago em Agosto próximo, com o espírito para salvar vidas e a amizade tradicional continuará de geração em geração.

Por seu turno, o presidente do conselho de administração do Hospital Agostinho Neto (HAN), Imadoeno Cabral considerou que o acto constitui um “marco importante” na cooperação entre os dois países.

Entretanto considerou que os equipamentos doados pela cooperação chinesa vão fazer muita diferença em termos de assistência no Hospital Agostinho Neto, uma vez que vai permitir o reforço de serviços na área da acupuntura, fisioterapia e da ortotraumatologia.

“Neste momento o hospital está a investir fortemente na reconstrução de ligaduras, mas também pretendemos dar uma resposta muito mais assertiva sobretudo na área de artropatia em que temos estado a evacuar muitos pacientes para Portugal. Anualmente evacuamos mais de 90% dos pacientes, só no ano passado foram 50”, acrescentou.

“A cooperação chinesa nos tem apoiado na formação e treinamento e na partilha de conhecimento com sessões clínicas virtuais por forma a capacitar os nossos quadros”, apontou o PCA que a avançou que com o apoio da cooperação chinesa a primeira unidade de acupunctura já atendeu mais de mil pacientes.

A cerimónia contou com a presença do embaixador da China em Cabo Verde e do ministro da Saúde.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos