Cooperação: Ministério da Educação conclui entrega das nove bibliotecas escolares para ilha de Santiago (c/áudio)

João Teves, 14 Fev (Inforpress) – O Ministério da Educação, em parceria com a Biblioteca Nacional e Cooperação Portuguesa, conclui hoje a entrega das nove bibliotecas escolares previstas para os nove municípios de Santiago, com destaque para as zonas remotas do interior dessa ilha.

O acto da inauguração desta última biblioteca entregue à Escola do Ensino Básico de Boca Larga, no município de São Lourenço dos Órgãos, no interior de Santiago, no âmbito do projecto “Dinamização de Bibliotecas Escolares (DBE)”, foi co-presidido pelo secretário de Estado para a Educação, Amadeu Cruz, e pela embaixadora de Portugal, Helena Paiva.

Cada espaço de leitura recebeu cerca de 550 livros de infanto-juvenil destinados aos alunos do 1º ao 8º ano, três computadores, cinco mesas, 25 cadeiras, quatro estantes, jogos didáticos e ainda vão receber “brevemente” Internet, visando promover e incentivar a leitura.

Na ocasião, o governante lembrou que o Ministério da Educação já equipou na ilha de Santiago nove bibliotecas- uma por cada município-, informando que vão alargar o projecto e inaugurar “brevemente” mais cinco, sendo uma em Calheta (Maio), Laranjo (Mosteiros), Roçadas (Santa Catarina), Patim (São Felipe) e Nossa Senhora do Monte (Brava), totalizando assim 14 a nível nacional.

Ponta d’Água (Praia), Salineiro (Ribeira Grande de Santiago), Praia Baixo (São Domingos) Nhagar (Santa Catarina), Serelho (Santa Cruz), Cabeça Carreira (Tarrafal), Achada Leitão (São Salvador do Mundo), Pilão Cão (São Miguel) são outras localidades  da ilha de Santiago cujas escolas já dispõem de biblioteca escolar.

Segundo Amadeu Cruz, a tutela está a criar as condições para levar o acervo bibliográfico às escolas, sobretudo as remotas por entender que nas cidades as crianças já têm “outras oportunidades” de acesso às bibliotecas.

“Entendemos que as escolas do interior da ilha de Santiago e das outras ilhas têm prioridades em receber as bibliotecas no âmbito da cooperação com Portugal”, sustentou.

Por sua vez, a embaixadora de Portugal assinalou que a biblioteca escolar de Boca Larga, ora entregue, é a última instalada na ilha de Santiago a ser inaugurada oficialmente ao abrigo do projecto DBE, mostrando-se convicta que o mesmo “muito tocou e orgulhou” a todos os envolvidos.

“Entre 2018 e 2019 requalificamos infra-estruturas, capacitamos professores em matéria de organização e gestão, e bem assim competência de leitura, escrita criativa, mediação, dramatização de leitura, adquirimos acervo bibliográfico, mobiliário e ferramentas de apoio a literacia digital”, recordou a diplomata.

Para ela, as bibliotecas de Santiago são “as primeiras e especiais”, tendo em conta que vão servir de exemplo referencial e incentivo para as que se seguem nas ilhas do Fogo, Brava e de Maio, prevendo no horizonte próximo nas restantes ilhas do país.

Helena Paiva que destacou o envolvimento de toda equipa do projecto, manifestou mais uma vez o seu desejo de ver todas as alunas e alunos a serem incentivados para a utilização desta biblioteca escolar não como actividade secundária, mas em plena comunhão com o desenvolvimento curricular e formativo.

Por tudo isso, pediu a todos os que estão nessa missão valorizadora da leitura e acesso ao conhecimento, principalmente aos professores, que dinamizem e preenchem com vida este espaço para que estes continuem a abraçar a causa da promoção e incentivo à leitura no contexto escolar, tendo em conta que a missão destes é formar “pequenos leitores”.

No acto estiveram presentes, o presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Carlos Vasconcelos, o delegado do Ministério da Educação, José Maria de Pina, a curadora da Biblioteca Nacional, Adelaide Monteiro, professores, alunos e pais e encarregados de educação.

FM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Sociedade
Desporto
Politica
Economia
Internacional
  • Galeria de Fotos