“Convivência histórica” entre Cabo Verde e Guiné-Bissau oferece um quadro favorável às relações de cooperação – PR

Cidade da Praia, 26 Jul (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje que a “convivência histórica” entre Cabo Verde e Guiné-Bissau oferece um quadro favorável às relações de amizade e cooperação que devem ser desenvolvidas pelos dois países.

“Cabo Verde e a Guiné-Bissau podem e devem inaugurar esta nova via para o desenvolvimento”, afirmou o chefe de Estado, para quem a cooperação entre os dois países deve ser “relançada, diversificada e enriquecida” com base em novas paradigmas e modelos, de acordo com as prioridades de cada um.

Jorge Carlos Fonseca fez essas considerações no acto da entrega das cartas credenciais da nova embaixadora bissau-guineense na Praia, Basiliana Hopffer Tavares.

Segundo o Presidente da República, áreas como o turismo, serviços, construção civil, indústria farmacêutica, educação, saúde, governação electrónica, tecnologias de informação, formação profissional, reforma do estado, pescas, transportes aéreos e marítimos podem constituir motivo de “cooperação intensa”.

“Estou certo que, neste quadro, os empresários dos nossos dois países encontrarão as vias para a concretização de parcerias eficientes”, indicou Fonseca que quer que os vários acordos já assinados entre os dois Estados contribuam para a cooperação entre Cabo Verde e Guiné-Bissau tornem uma realidade cada vez “mais visível e potenciadora de benefícios mútuos”.

Jorge Carlos Fonseca espera que a nova representante de Bissau na Praia dará continuidade ao “abnegado trabalho de construção de pontes” iniciado pelo embaixador cessante M’bála Alfredo Fernandes, que segundo ele, deixou um “importante legado” no que se refere ao fortalecimento da amizade e cooperação entre Cabo Verde e a Guiné-Bissau.

Por sua vez, a nova embaixadora apontou como uma das suas prioridades a “preservação das relações de amizade e cooperação” entre o seu país e Cabo Verde, em ordem ao desenvolvimento dos dois estados.

Basiliana Hopffer Tavares realçou, ainda, que os “laços históricos” entre a Guiné-Bissau e o arquipélago constituem uma “base sólida” para uma cooperação profícua em diferentes domínios de interesse comum.

“É do nosso total interesse sedimentar cada vez mais essa benéfica cooperação e continuar a construir um futuro de amizade, fraternidade e solidariedade entre os nossos povos”, destacou a diplomata bissau-guineense, acrescentando que as recentes visitas de Jorge Carlos Fonseca a Bissau e a do Umaro Sissoco Embaló a Cabo Verde abriram novas perspectivas para a cooperação entre os dois países.

Entretanto, Jorge Carlos Fonseca recebeu hoje o embaixador de Israel em Cabo Verde Roi Rosenblit, com residência em Dakar (Senegal) que lhe apresentou os cumprimentos de despedida.

À saída do encontro com o Presidente Jorge Carlos Fonseca, o diplomata israelita disse à imprensa que aproveitou a oportunidade para passar em revista a cooperação entre o seu país e Cabo Verde.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos