Conselho Superior da Cruz Vermelha de Cabo Verde reunido para aprovação do relatório de actividades e contas de 2020

Cidade da Praia, 19 Fev (Inforpress) – O Conselho Superior da Cruz Vermelha de Cabo Verde (CS-CVCV) está reunido, hoje, para a aprovação do relatório de actividades e contas de 2020, o orçamento e o plano de actividades de 2021.

Em declarações à imprensa, à margem da reunião, o presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde (CVCV), Arlindo de Carvalho, elucidou que o encontro servirá para passar em revista as acções desenvolvidas pela organização durante o ano 2020 e efectivar os instrumentos para a materialização dos objectivos referentes a 2021.

Durante o encontro, avançou, serão analisados o plano quinquenal da Cruz Vermelha de Cabo Verde que se insere na estratégia 2030 da Federação das Sociedades Nacionais, apontando as mudanças climáticas, a resiliência das comunidades, a sustentabilidade das sociedades nacionais e a violação dos direitos humanos como principais desafios do referido plano.

Disse ainda que no decorrer da reunião será analisada e decidida a contracção de crédito para a implementação do projecto de automatização dos jogos sociais de Cabo Verde, lembrando que a Cruz Vermelha assinou recentemente, com o Governo, um contrato de concessão para a materialização do referido projecto.

Arlindo de Carvalho informou que o plano de actividades 2021 da Cruz Vermelha irá centrar a sua luta contra a covid-19, acrescentando, por outro lado, que está previsto para este ano a realização do Fórum Nacional da Cruz Vermelha e das eleições no seio da organização.

Relativamente ao orçamento previsto para 2021, adiantou que a CVCV tem previsto um montante de 300 mil contos, frisando que a pandemia do coronavírus impactou negativamente a Cruz Vermelha cuja principal fonte de receita são os jogos sociais.

“Neste momento, estamos a trabalhar na criação e diversificação das fontes de receita através da implementação de novos projectos, como a Escola Nacional de Socorrismo, o Centro Terapêutico da Praia e a Loja Solidária.  Estamos também em conversações com o Governo para montar o centro logístico”, realçou.

CM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos