Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental recomenda a criação do Comité da Paz da Igreja Católica

 

Cidade da Praia, 28 Jan (Inforpress)  – O Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental,  que se encontra reunido na Cidade da Praia, recomenda a criação do Comité da Paz da Igreja Católica, com o papel de trabalhar junto da CEDEAO para a promoção da paz.

Segundo  o bispo de Bissau, Dom José Camnate Na Bissing, que também assume as funções do vice-presidente da Conferência Episcopal dos países da África Ocidental de língua francesa, portuguesa e inglesa  (CERAO-RECOWA),   o Conselho da Presidência já tinha analisado este e outros documentos, os quais foram submetidos ao Conselho Permanente.

Explica que o Comité da Paz tem a vocação de colaborar com a CEDEAO na busca de caminhos para resolução de tantos conflitos que aflijam os caminhos da África Ocidental.

Disse que, doravante, “nenhum cristão, nenhuma paróquia e nenhuma diocese” deve sentir-se isolada diante dos grandes desafios que os estados membros da CEDEAO e a Mauritânia enfrentam.

Explica o presbítero  que esta preocupação vai ao encontro das exigências do Santo Padre Francisco, que continua a insistir para que a coordenação pastoral reforce a co-responsabilidade e a solidariedade entre as comunidades cristãs.

Em relação à crise política por que passa a Guiné-Bissau, Dom Camnate reafirma o papel da igreja na busca do diálogo e  do envolvimento de todas as forças guineenses, mediante  a análise de várias questões, consideradas complexas.

Atesta que a igreja católica em Bissau organiza as suas actividades para que todas as forças vivas da nação sejam envolvidas para ter atitudes e comportamentos capazes de introduzir mudanças reais no ambiente e na sociedade guineenses, tendo realçado o papel da Rádio Comunitária Católica na sensibilização para valores como a tolerância e o diálogo.

Os trabalhos iniciaram oficialmente sábado, tendo os presentes debruçados já sobre as estruturas das conferências da CERAO-RECOWA, sobretudo no que diz respeito a secretaria-geral, ao centro da Missão Pastoral e Pastoral, Grupo Escolar, Santa Teresa, da Agencia de Voiage Shalon de entre outras da igreja na África de Oeste.

Na segunda-feira, as Cáritas dos Estados Unidos da América orientam um seminário, virado para reforçar a capacidade dos membros desta Conferência Episcopal, visando analisar a realidade dos estados e melhor intervir na problemática social.

A igreja católica em Cabo Verde passou a fazer parte das Conferências Episcopais dos países da África Ocidental de língua francesa, portuguesa e inglesa (CERAO-RECOWA) em 2012, depois da criação da Diocese do Mindelo

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos