Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Conselho de Ministros aprova projecto de resolução que cria o Gabinete de Operacionalização do CIN-CV

Cidade da Praia, 16 Nov (Inforpress) – O Conselho de Ministros aprovou na sua reunião de quinta-feira o Projecto de Resolução que cria, como estrutura de missão, o Gabinete de Operacionalização Centro Internacional de Negócios de Cabo Verde (CIN-CV).

Os governantes aprovaram ainda o Projecto de Decreto-regulamentar que procede à regulamentação do Decreto-lei n.º 57/2017, de 6 de Dezembro, relativo ao CIN-CV.

Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, e porta-voz do Conselho de Ministros, com esta resolução que cria o Gabinete de Operacionalização Centro Internacional do CIN-CV o Governo está a criar todas as condições para que este centro funcione porque é um instrumento de muita importância na política económica do país.

“O Centro Internacional de Negócios como sabe é um projecto que está na forja há muito tempo. Nós agora estamos a trabalhar para a sua implementação de acordo com aquilo que foi o compromisso assumido pelo primeiro-ministro de Cabo Verde”, indicou o ministro.

A mesma fonte explicou que o CIN-CV é um centro de promoção de negócios internacionais e um instrumento de política económica importante que responde às preocupações em matéria de política económica.

Isto porque, adiantou, o CIN-CV vai contribuir para aumentar o potencial do crescimento económico de Cabo Verde. “Vai permitir muitos investimentos, geração de novos negócios, promoção do investimento, criação de emprego e crescimento económico. É uma ferramenta que permite a melhoria do ambiente de negócios no nosso país”, sustentou.

Relativamente ao Projecto de Decreto-regulamentar que procede à regulamentação do Decreto-lei n.º 57/2017, de 6 de Dezembro, o objectivo, conforme o governante, é a agilização do processo de importação de matérias primas.

“Como sabem é um dossiê que estava a preocupar os importadores, os empresários de uma forma geral e nós estamos aqui a agilizar o processo de importação de matérias primas”, explicou Luís Filipe Tavares.

Ainda na reunião do Conselho de Ministros foi aprovado o Projeto de Decreto-lei que aprova a Lista Nacional de Resíduos. Com isso, segundo Luís Filipe Tavares, Cabo Verde está a cumprir as normas internacionais, a convergência técnica e normativa com o espaço da União Europeia, e a fazer as melhores práticas internacionais.

“Estamos aqui a proteger o nosso país de poluição ambiental porque há vários países que procuram os outros países para exportar os seus resíduos sólidos. E é muito importante que esta lista de resíduos sólidos que serão proibidos seja publicada para proteger o país, o ambiente e o ecossistema”, realçou, avançando que o controlo para evitar a entrada desses resíduos sólidos no país será feito por meio de  uma gestão criteriosa pelo Ministério da Agricultura e do Ambiente, através das duas agências especializadas.

Na reunião ministerial foi aprovado também o Projecto de Decreto-lei que altera o Decreto-lei nº 05/2004, de 16 de Fevereiro, que aprova a extensão do prazo para entrada em vigor da nova fórmula de cálculo das pensões de velhice e invalidez.

É um diploma que estende o prazo para a entrada em vigor da nova fórmula de cálculo das pensões de velhice e invalidez de 2004 para 2019, para que se possa resolver todos os problemas técnicos existentes por forma a que os pensionistas não fiquem prejudicados.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos