Congresso recomenda reforço de articulação e do controlo de qualidade entre os laboratórios dos países de língua portuguesa (c/áudio)

Cidade da Praia, 18 Jun (Inforpress) – Reforçar a articulação e o controlo de qualidade entre os laboratórios constitui uma das recomendações saídas do quarto Congresso de Controlo da Qualidade Laboratorial para os Países de Língua Portuguesa (CCQL-PLP) que encerrou hoje na Cidade da Praia.

As recomendações, segundo a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) de Cabo Verde, Maria da Luz Mendonça, visa contribuir para a melhoria da qualidade dos laboratórios nos países de língua oficial portuguesa.

“Cabo Verde é um dos países da CPLP que menos avançado está, nessa matéria, e tem menos implementação de controlo de qualidade, sobretudo, a nível dos laboratórios públicos, pelo que uma das recomendações é a visita de uma equipa para analisar a situação e desenhar uma estratégia de implementação do controlo regular”, disse em declarações à Inforpress.

Conforme Maria da Luz Mendonça, a ideia é criar uma equipa nacional para implementação de um sistema de qualidade de controlo permanente no país para que os laboratórios nacionais possam ser certificados a nível nacional, visto que existem laboratórios que são certificados por Inglaterra, Portugal e outros países.

Para cumprir esse desígnio, avançou que Cabo Verde tem de trabalhar a médio prazo, não só para criação e políticas nacionais, mas também para cumprir com as formações e a compra de equipamentos e reagentes.

“O inicio deve ser agora, após o congresso, pois, é hoje que se deve plantar as primeiras sementes para que possamos ter frutos daqui a dois dias. O que se quer é que exista um sistema que seja forte e resiliente, mas bem alicerceado”, afirmou.

Os laboratórios em Cabo Verde, segundo disse, funcionam de forma independente, sem basear em nenhum sistema nacional ou seguindo o mesmo padrão de trabalho, pelo que admite a necessidade de se validar métodos e referências normativos a nível nacional.

A presidente do INSP considerou “muito rica” a participação dos colegas de língua portuguesa na partilha de experiências nas áreas do controlo de qualidade e das análises clínicas.

A quinta edição do Congresso de Controlo da Qualidade Laboratorial para os Países de Língua Portuguesa terá lugar no Brasil em 2023.

PC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos