Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Conferência Económica Africana de 2019 marcada para início de Dezembro em Sharm el-Sheikh Egipto

Cidade da Praia, 27 Out (Inforpress) – A Conferência Económica Africana de 2019, considerada a principal plataforma de networking, diálogo e compartilhamento de conhecimentos sobre os problemas enfrentados pela África, terá lugar de 02 a 04 de Dezembro de 2019 em Sharm el-Sheikh, Egipto.

A informação foi avançada pela Horizon News que dá conta que a conferencia é co-organizada pelo Banco Africano de Desenvolvimento, pela Comissão Económica das Nações Unidas para a África (CEA) e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Este ano o evento tem como tema “Empregos, Empreendedorismo e Capacitação para a Juventude Africana”, como forma de estar alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), “para crescimento económico inclusivo e sustentável, emprego e trabalho decente para todos”.

De acordo com a mesma fonte, esta que é XIV edição da Conferência reunirá mais de 500 intervenientes africanos, incluindo representantes da juventude, líderes empresariais, políticos e representantes dos meios de comunicação africanos e do mundo.

Constituirá uma plataforma de escolha para a discussão de questões de emprego para jovens, suas habilidades e capacidades empresariais e avaliar reformas e iniciativas em andamento para abordar essas questões.

A discutirão à volta das opções de políticas para maximizar os benefícios do boom da população jovem africana e a inadequação das habilidades dos jovens para as necessidades do mercado de trabalho são os assuntos em pauta no encontro.

“Através da partilha de conhecimentos e estudos de caso sobre boas práticas, as partes interessadas vão propor estratégias e recomendações concretas para acelerar a implementação das principais políticas de desenvolvimento, como a Agenda 2063 da União Africana e ODD”, refere a revista online.

A mesma fonte adianta igualmente que o tema deste ano também se alinha à agenda de desenvolvimento de parceiros da Conferência, incluindo o Banco Africano de Desenvolvimento, que, entre 2016 e 2018, criou 3,6 milhões de empregos directos através de investimentos de 10 anos.

A conferência do ano passado, teve lugar em Kigali, Ruanda, e a integração económica como uma alavanca de mudança para o crescimento inclusivo e a prosperidade na África foi o tema de destaque.

Os participantes reconheceram que a Zona de Livre Comércio Continental Africana (ZLECAf) foi o resultado de uma estratégia ousada para corrigir o desequilíbrio de forças nas negociações entre blocos regionais de comércio.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos