Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Comité Olímpico Cabo-verdiano enaltece importância da consciencialização da medicina desportiva

 

Cidade da Praia, 18 Jul (Inforpress) – A presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), Filomena Fortes, destacou hoje na Cidade da Praia, a importância da consciencialização da medicina desportiva junto da comunidade desportiva.

Durante a cerimónia de abertura de “workshops” em medicina desportiva, que decorre no Pavilhão Desportivo Vavá Duarte, Filomena Fortes alertou para a necessidade da comunidade desportiva jogar na prevenção para evitar situações que têm mesmo provocado mortes nos espaços desportivos.

A presidente do COC, instituição que segunda-feira celebrou o seu 28º aniversário, considera ser importante que, além dos exames médicos no início da época desportiva, os atletas possam solicitar inspecções complementares, de modo que se possa fazer um diagnóstico profundo no sentido de evitar situações desagradáveis.

Já o director-geral dos Desportos, Anildo Santos, considerou que esta acção de formação chega “em boa hora” e que tem a pretensão de leva-la a maior parte das regiões desportivas do país.

Isto por entender que os exames médicos desportivos padecem de lacunas, porquanto no país, as equipas têm algumas dificuldades nos testes e exames médicos por falta de condições em algumas regiões desportivas, com o agravante de existirem lesões crónicas com que deparam muitos dos antigos atletas.

O colóquio, subordinado aos temas “Exame médico-desportivo” e “Prevenção e tratamento das lesões desportivas”, é ministrado por médicos e fisioterapeutas cabo-verdianos sob coordenação do presidente da Comissão Médica do COC, Humberto Évora, clínico residente em Macau.

Nuno Martins, Fernando Lopes, Carlos Rodriguez e Alfredo Lima são outros médicos que estarão neste workshop, que também conta com o envolvimento dos fisioterapeutas Milton Cabral, Liliana Oliveira, além de Alberto Gomes e Adérito Andres, das Emergências Médicas da Proteção Civil.

Pretende-se com esta iniciativa trabalhar as temáticas propostas com os médicos, fisioterapeutas, dirigentes, treinadores e atletas residentes no arquipélago.

Depois da Cidade da Praia, a ilha do Fogo recebe o evento na sexta-feira, 21, na cidade de São Filipe, estando o dia 24 reservado à São Vicente e 27, a ilha do Sal.

SR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos