Comissário da CEDEAO realça importância do corredor Praia-Dakar–Abidjan no reforço da integração regional

Cidade da Praia, 19 Mar (Inforpress) – O Comissário da CEDEAO para área das Infraestruturas, Pathe Gueye, realçou hoje, na Cidade da Praia, a importância do projecto corredor Praia-Dakar-Abidjan para o reforço da integração da região oeste africana.

Aquele responsável falava na abertura da reunião dos técnicos especialistas que antecede a reunião do Comité Ministerial de gestão e experts do projecto corredor Praia-Dakar-Abidjan, a ter lugar na Praia no dia 21 do corrente mês.

Do encontro da Praia disse esperar o afinar das estratégias para a “implementação rápida” desse projecto importante para a CEDEAO e também para os Estados membros da comunidade.

“Este encontro é importante para todos nós porque vai acelerar o desenvolvimento do projecto. Fico convicto de que com o vosso empenho o encontro vai ser um sucesso”, augurou.

O comissário lembrou que em Dezembro de 2018 os Chefes de Estado e do Governo do Senegal, da Gambia, da Guiné Bissau, da Guiné, da Serra Leoa, da Libéria e Côté d’Ivoire assinaram o tratado que já fornece um quadro regulamentar e funcional para a implementação do projecto.

Falta agora mobilizar o financiamento do projecto. Neste sentido, informou que pedidos já foram enviados aos parceiros técnicos e financeiros, como o BAD, a NEPAD, a União Europeia, os países Bascos, o BIDC para a mobilização da parte financeira para elaboração deste projecto.

O programa de desenvolvimento do corredor Praia-Dakar-Abidjan prevê a criação de infra-estruturas de conexão em transporte entre os países da CEDEAO, nomeadamente uma autoestrada entre Dakar e Abidjan e a criação de capacidades para uma boa ligação marítima entre Cabo Verde e o continente através do Porto de Dakar.

O encontro técnico tem na agenda a revisão do progresso de implementação do programa, a discussão e a projecção da componente ligação marítima, a revisão do cronograma de implementação e a conclusão da elaboração dos termos de referência para a realização de estudos de preparação do projecto.

Conta com as participações de técnicos de Cabo Verde, Côté d’Ivoire, Gambia, Guiné, Guiné-Bissau, Serra Leoa, Libéria e Senegal.

A abertura esteve a cargo do secretário de Estado de Economia Marítima de Cabo Verde, Paulo Veiga, que classifica esse projecto como “um dos maiores projectos” de infraestruturação e integração da região oeste africana.

Na sua perspectiva, a execução do mesmo vai proporcionar à comunidade regional de países a oportunidade primeira de promover a verdadeira integração dos Estados membros, em todas as suas vertentes.

Cabo Verde enquanto país arquipélágico, membro da CEDEAO e parte do corredor, dará todo o apoio necessário para a boa execução desse projecto, garantindo assim uma maior integração dos países dentro da Comunidade Económica dos Estados da Africa Ocidental (CEDEAO).

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos