Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Comissão Especializada de Educação recolhe subsídios junto da provedoria da Justiça

 

Cidade da Praia, 22 Fev (Inforpress) – A Comissão Especializada de Educação, Cultura, Saúde, Juventude, Desporto e Questões Sociais, da Assembleia Nacional, procurou hoje o provedor da Justiça, para recolher de subsídios para o seu plano de actividades para o presente ano parlamentar.

Esta visita enquadra-se no lote de uma série de contactos que esta 5ª Comissão pretende realizar a algumas instituições ligadas à justiça, de modo a solicitar informações e dados sobre casos de violação e de violência em relação a crianças e idosos.

Do encontro com o provedor António Espírito Santo, a presidente desta Comissão Especializada Parlamentar, Maria Celeste Fonseca, disse que a sua equipa esteve a fazer um exercício para tentar compreender os meandros dos casos que hoje em dia acontece na sociedade cabo-verdiana.

Disse que a situação da criança e do adolescente em Cabo Verde têm passado por tentáculos profundos na sua orientação, alegando que a própria configuração urbanística impeça a liberdade das crianças, de forma a extravasar as suas energias, tendo alertado para que todos os sectores da vida e da sociedade estejam implicados na educação das crianças.

Celeste Fonseca disse que actualmente “há mudanças profundas a serem feitas na sociedade cabo-verdiana, na forma como se orienta e educa”, e clama por uma prevenção das crianças junto das comunidades, sobretudo as mais problemáticas, ao nível das violações, da violência em casa, do abandono escolar.

Promete desenvolver uma série de acções, após a recolha de subsídios junto das autoridades que lidam com estas problemáticas, para que a acção desta comissão seja mais produtiva e positiva possível, mediante procura de parcerias e mais-valia nesta luta.

Estes contactos da Comissão Especializada de Educação, Cultura, Saúde, Juventude, Desporto e Questões Sociais da Assembleia Nacional iniciaram-se esta terça-feira com uma deslocação à Procuradoria-Geral da República e termina na sexta-feira 23 com uma deslocação à ONU Mulheres.

Nesta entidade das Nações Unidas para a Igualdade do Género e Empoderamento das Mulheres e meninas a referida Comissão irá solicitar informações e dados sobre mulheres designadamente casos de mulheres despedidas por estarem grávidas ou por terem bebés.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos