Comércio Livre: Ractificação do acordo AfCFTA é “oportunidade extraordinária” – PM

Cidade da Praia, 07 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro congratulou-se este domingo com o facto de Cabo Verde tornar-se no 41º Estado-membro a ratificar o Acordo de Criação da Área de Comércio Livre Continental Africana (AfCFTA), considerando que representa uma “oportunidade extraordinária”.

“Representa uma oportunidade extraordinária de Cabo Verde estar inserido em espaços económicos dinâmicos que permitam ao país o acesso e a atracção de investimentos e mercados”, escreveu Ulisses Correia e Silva na página do Facebook.

O acordo que estabelece o AfCFTA foi assinado por 54 Estados membros da União Africana (UA), sendo que 41 Estados-membros da UA são também Estados partes no Acordo, em virtude dos seus depósitos dos instrumentos de ratificação do Acordo.

“Pela sua escala e pelo facto de se ver confrontado com custos adicionais que resultam da insularidade e da sua natureza arquipelágica, Cabo Verde precisa de uma atitude proactiva na relação com o mundo”, acrescentou o chefe do Governo.

Para Ulisses Correia e Silva, a relação do país com a economia mundial globalizada deve estar assente numa inserção via produção de bens e serviços transacionáveis nas áreas do turismo, da economia do mar, da economia digital, da indústria e da saúde.

O secretário-geral do secretariado do AfCFTA, Wamkele Mene, expressou o seu agrado e deu as boas-vindas a Cabo Verde por se ter tornado Estado parte.

Ao abrigo do AfCFTA, os países africanos comprometeram-se colectivamente a liberalizar substancialmente todo o comércio através da eliminação de tarifas em 97% das linhas pautais – durante um período de 13 anos a partir do início da implementação.

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos