Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Comércio entre países lusófonos e a China cai 12% nos primeiros cinco meses do ano

Macau, China, 14 Jul (Inforpress) – Os países lusófonos e a China registaram trocas comerciais de 51,8 mil milhões de dólares (45,7 mil milhões de euros) nos primeiros cinco meses do ano, um decréscimo homólogo de 12%, foi hoje divulgado.

As exportações para Pequim representaram 37 mil milhões de dólares (32,6 mil milhões de euros), mais do dobro daquele registado com a importação de produtos chineses, de acordo com dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau, com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega chineses.

O Brasil continua a ser de longe o país lusófono com o maior volume de trocas comerciais com a China, garantindo mais de 80% dos bens transaccionados, seguindo-se Angola, Portugal, Moçambique, Timor-Leste, Cabo Verde, Guiné-bissau e São Tomé e Príncipe.

Em relação ao mês anterior, as trocas comerciais entre os países de língua portuguesa e Pequim mantiveram-se quase inalteráveis em Maio (+0,88%), registando-se um decréscimo de 1,15% nas importações de produtos chineses.

As trocas comerciais entre Janeiro e Maio entre Lisboa e Pequim ascenderam a 2,4 mil milhões de dólares (2,1 mil milhões de euros), menos 7,9% se comparado com o período homólogo do ano anterior.

Nestes cinco meses do ano, Portugal importou menos 9,2% de produtos chineses e exportou para a China menos 5,5%, em relação ao mesmo período de 2019.

A China estabeleceu a região administrativa Especial de Macau como plataforma para a cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003, ano em que criou o Fórum de Macau.

Este Fórum tem um secretariado permanente, reúne-se a nível ministerial a cada três anos e integra, além da secretária-geral, Xu Yingzhen, e de três secretários-gerais adjuntos, oito delegados dos países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste).

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos