Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Combustíveis mais baratos a partir da meia-noite de hoje

Cidade da Praia, 31 Mar (Inforpress) – A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) estabeleceu novos preços máximos dos combustíveis que ficam mais baratos a partir da meia-noite de hoje, sendo que todos os produtos registaram uma descida acentuada.

Conforme a nova tabela, o Gasóleo Normal passa a ser vendido a 77,70 escudos por litro (ESC/L), enquanto a Gasolina passa para 93,30 ESC/L e o Gasóleo Electricidade a 62,50 ESC/L. O Gasóleo Marinha passa a 52,40 ESC/L, o Fuel 380 passa a 54,70 ESC/L e o Fuel 180 para 57,40 ESC/L.

O Gás butano passa , segundo a nova tabela da ARME, a ser vendido a granel por 110,70 escudos (ESC), passando as garrafas de 3Kg a ser vendidas a 316,00 ESC, as de 6 Kg passam a 664,00 ECV; as de 12,5Kg passam a 1.384,00 ECV e as de 55Kg passam a 6.091,00 ECV.

De acordo com os dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, e citados pela ARME, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, apresentaram descidas significativas durante o mês de Março (de 7, 75%), relativamente ao mês de fevereiro.

Assim, diz a entidade reguladora, no mercado nacional, os preços do Gasóleo Normal, Gasóleo Electricidade e Gasóleo Marinha diminuíram 17,69%, 21,09% e 21,67, respectivamente.

A Gasolina e o Petróleo diminuíram 22, 96% e 23,64%, respectivamente.

Os preços do Butano, de Fuel 180 e Fuel 380 diminuíram, segundo a mesma fonte, 19,96%, 11,63% e 13,29%, respectivamente. O que, conforme a ARME, corresponde a uma redução média dos preços dos combustíveis de 18,99%.

Comparativamente ao período homólogo (Abril de 2019), a variação média dos preços dos combustíveis corresponde a uma diminuição de 23,90% e relativamente à variação média ao longo do ano em curso, ela corresponde a uma diminuição de 14,20%.

O mês de Março de 2020 ficou, ainda de acordo com a mesma fonte, marcado por uma tendência de descida das cotações do petróleo, num mês em que os mercados internacionais continuaram a seguir com preocupação a evolução dos efeitos na economia da pandemia mundial. causada pelo surto de COVID-19, com consequências para sectores como o turismo e o transporte aéreo, o que tem reflexo directo na procura de combustíveis.

Para além disso, acrescenta, o fracasso do acordo entre a OPEP e a Rússia, bem como o corte dos preços na Arábia Saudita, desmoronaram as cotações do petróleo.

A cotação do último dia (útil) do mês de Março do câmbio EUR/USD, tendo como referência a BLOOMBERG (14 horas no horário de Frankfurt), evidenciou uma ligeira depreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 0,32%% (1,0954), comparado ao câmbio do último dia do mês de fevereiro.

Relembra ainda a ARME que, conforme a resolução de 27 de Fevereiro último, o Governo de Cabo Verde declara a suspensão temporária da aplicação do mecanismo de fixação de preços dos combustíveis prevista no Decreto-lei nº 19/2009 de 22 de Junho, no que concerne à fixação dos preços do Fuel 380 e do Fuel 180 durante um período de transição, de 01 a 31 de Março de 2020.

No artigo 2º, da mesma Resolução Governamental, citado pela ARME, estabelece-se que durante o período de transição o índice de preço a considerar na fórmula de calculo do parâmetro CP – Custos de Importação, no que se refere ao Fuel 380, será determinada utilizando uma ponderação de 50% do índice de preço de Fuel 380, 3,5% mais 50% do índice de preço de Fuel 380, 0,5%.

Portanto, prosseguiu, a evolução dos preços dos produtos petrolíferos no mercado internacional, aliada à depreciação do euro face ao dólar americano e o estabelecido na Resolução Gobvernamental supra-referida, determinaram os preços dos combustíveis, ora atualizados, no mercado nacional.

Os novos valores do parâmetro CP (Custo de Importação) e os correspondentes Preços Máximos de Venda ao Consumidor Final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 30 de Abril de 2020.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos