Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

COC galardoado com troféu dos “Valores Olímpicos” e “Certificado de Reconhecimento”

Cidade da Praia, 11 Nov (Inforpress) – O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) galardoou esta tarde o Comité Olímpico Cabo-verdiano com o troféu dos “Valores Olímpicos”, instituição que foi presenteada com o “Certificado de Reconhecimento”, pela sua adesão ao movimento olímpico, em 1993.

Thomas Bach procedeu esta condecoração na sede do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), na Cidade da Praia, nesta sua primeira visita ao país, ressalvando a “forma dedicada” como o COC tem representado os valores olímpicos, “de uma forma extraordinária, fruto de muito trabalho” e que sistematicamente vai ao encontro dos ideais olímpicos.

O responsável máximo da maior organização desportiva mundial manifestou a sua satisfação pelo facto de “Cabo Verde ser um pequeno país, mas com um grande coração para o desporto e valores olímpicos”, alegando que este foi o mote por que fez questão de estar no arquipélago com uma “delegação muito importante”.

Thomas Bach revelou que da sua delegação consta de entre outros elementos o presidente do Associação dos Comités Nacionais Africanos (ACNOA), Mustapha Bernaf, e directores dos diversos departamentos do COI, por entender que Cabo Verde tem dado passos significativos no movimento olímpico.

Felicitou Cabo Verde e o COC pela realização “extraordinária e com grande sucesso” dos I Jogos Africanos de Praia, na ilha do Sal, e a condução da presidente Filomena Fortes para o COI, alegando que foi “uma excelente contribuição” para o movimento olímpico internacional.

Ao mesmo tempo, destacou a forma “extremamente positiva” como o COC tem vindo a fazer a “gestão linear” da agenda olímpica, baseada na igualdade e fraternidade de género, assim como os fundos colocados à disposição da Comissão de Atletas, por entender que têm dado grandes resultados.

Thomas Bach enalteceu a forma como foi recebido no país, afirmando mesmo que a sua delegação já se sente em casa.

Por sua vez a presidente do COC, Filomena Fortes, agradeceu a presença de Thomas Bach e sua delegação na “Terra da Morabeza”, numa altura que o “país espera pela oficialização da Morna como Património Imaterial da Humanidade, junto da UNESCO”.

Considerou que apesar do COC ter uma equipa bastante pequena, trabalha com determinação para que Cabo Verde possa inspirar o olimpismo.

Thomas Bach encontra-se em Cabo Verde para uma visita de 24 horas que dá início a um périplo pelos países africanos, a fim de se inteirar do trabalho desenvolvido pelos comités olímpicos nos seus respectivos países.

A visita de um dia está a ser aproveitada para contactos com agentes desportivos do país, nomeadamente o COC, federações e atletas bolseiros da Solidariedade Olímpica.

Thomas Bach visita ainda esta tarde as mais altas autoridades nacionais, designadamente, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, o ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, e ainda o presidente da Camara Municipal da Praia, Óscar Santos.

SR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos