CNE pretende realizar curso em assuntos eleitorais e cidadania para líderes das associações comunitárias

 

Cidade da Praia, 25 Ago (Inforpress) – A Comissão Nacional de Eleições (CNE) pretende realizar ainda este ano, um curso em assuntos eleitorais e cidadania destinado aos líderes das associações comunitárias, informou hoje a presidente da instituição, Maria do Rosário Pereira Gonçalves.

“Queremos também realizar este curso para os líderes das associações comunitárias como experiência piloto, na Cidade da Praia e só depois promove-lo em outros pontos do país”, informou Rosário Gonçalves no encerramento de uma formação sobre o mesmo tema destinada aos formandos do Instituto Universitário de Educação (IUE).

Em declarações à imprensa, a presidente da CNE explicou que o curso de Verão em assuntos eleitorais e cidadania é “um instrumento de trabalho da CNE que visa reforçar a educação cívica e sobretudo as informações em matérias eleitorais no país, empoderando os cidadãos para mais e melhor participação” nas eleições.

“É preciso informar não só da importância de os cidadãos participarem através de voto, mas informar também da necessidade dessa participação no processo eleitoral como forma de sustentar e dar mais consistência e credibilidade à nossa democracia”, afirmou Maria do Rosário Pereira Gonçalves.

A responsável da CNE disse também que o curso em assuntos eleitorais e cidadania é uma ferramenta que vai ter o impacto na participação nas eleições 2020/2021 em Cabo Verde.

De acordo com o seu programa de acções, a CNE está também neste momento a trabalhar nas escolas secundárias, onde reside o público-alvo que será eleitor pela primeira vez em 2020/21.

A CNE já desenvolveu várias actividades sobre os assuntos eleitorais em 20 liceus do país e nas comunidades rurais visando uma maior participação e de qualidade do eleitor nas próximas eleições, informou a sua responsável.

Anunciou também que a CNE está em vias de concluir a parceria com a Universidade Jean Piaget e Universidade de Cabo Verde (Uni-CV).

A sensibilização, a informação, a capacitação dos cidadãos e eleitores em concreto é uma das formas de promover a participação, visando a diminuição da abstenção nas eleições de 2020/21, sublinhou Maria do Rosário Pereira Gonçalves.

JL/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos