Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

CNE apela aos cabo-verdianos a evitarem “boca de urna” porque as autoridades agirão em conformidade

Cidade da Praia, 16 Out (Inforpress) – A presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Maria do Rosário Gonçalves, apelou hoje aos cabo-verdianos a evitarem fazer “boca de urna” nas eleições deste domingo, 17, garantindo que os agentes policiais vão agir em conformidade.

Anunciou ainda que, à semelhança do que aconteceu hoje, no domingo os serviços dos Registos, Notariado e Identificação (RNI) vão estar abertos durante todo o dia, com o objectivo de assegurar a entrega aos eleitores dos documentos de votação, ou então a devolução dos documentos caducados, contra a entrega dos respectivos recibos.

Esta medida, assegurou a responsável da CNE, visa permitir que os eleitores estejam na posse de documentos de identificação civil válidos ou caducados ou ainda certidão de registo do CNI (Cartão Nacional de Identificação) com selo branco da instituição RNI para que possam votar.

De igual modo, os centros de saúde, assim como as delegacias de Saúde, no domingo vão estar abertos durante todo o dia para assegurarem que sejam atendidos, atempadamente, os eleitores portadores de deficiência e que preferem votar acompanhados.

Os estabelecimentos comerciais que vendem bebidas alcoólicas, dentro de um perímetro de 500 metros devem permanecer fechados, conforme disse Maria do Rosário Gonçalves.

“A Comissão Nacional de Eleições proíbe todos os postos ou presença de cidadãos nas assembleias de voto com o objectivo de prestarem informações aos eleitores”, avisou a responsável do órgão máximo de administração eleitoral em Cabo Verde, acrescentando que a Polícia Nacional e a Inspecção Geral das Actividades Económicas (IGAE) vão estar no terreno para garantir a “boa execução” das medidas anunciadas.

Uma segunda volta, a acontecer, seria no dia 31 de Outubro.

Ao todo, vão funcionar 1.294 assembleias de voto, sendo 1.053 no território nacional e 241 no estrangeiro.

Estima-se, de acordo com a presidente da CNE, um total 7.776 membros nas assembleias de voto, a nível nacional e internacional.

Em termos de eleitores registados, o número é de 342.778 no território nacional e 56.087 no estrangeiro.

As eleições presidenciais do domingo vão ser acompanhadas por 104 observadores internacionais, sendo que alguns já estão no terreno, conforme a presidente da CNE.

Ao todo, nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos