CMP assinala Dia de África sob o lema “Praia uma das capitais de África” com foco na aproximação do continente

Cidade da Praia, 25 Mai (Inforpress) – A Câmara da Praia assinalou hoje o Dia de África, sob o lema “Praia uma das capitais de África”, com foco na aproximação do continente, particularmente em relação às cidades capitais, disse o presidente da CMP, Francisco Carvalho.

Em declaração à imprensa, Francisco Carvalho disse ser uma actividade simbólica, mas importante para assinalar esta data, sendo um “sinal de orgulho” comemorar o continente e que se está também atento à África.

“A escolha deste lema: Praia Uma da Capitais de África, vai precisamente neste sentido, no sentido de nós nos posicionarmos enquanto uma capital africana e que está neste momento a desenvolver um conjunto de iniciativas para aproximarmos cada vez mais do nosso continente, do continente africano, de uma forma particular em relação às cidades capitais aqui do continente”, frisou

O mesmo fonte acrescentou estar em curso iniciativas de aproximação em relação às capitais do Senegal, da Costa do Marfim e de Angola, numa primeira fase, no sentido de ter investidores internacionais na cidade capital, apresentando a possibilidade dum “alargamento ao continente, aqui na zona próxima de Cabo Verde”.

“Na semana passada nós recebemos aqui o Presidente da Câmara de Municipal de Bissau, com quem assinamos um protocolo de geminação entre as nossas duas cidades para nós aprofundarmos a cooperação entre as nossas duas capitais e para nos aproximarmos cada vez mais”, apontou

Já a deputada Nacional pelo Círculo da África Gisele Lopes de Almeida enalteceu o trabalho feito pela presidente da CMP, elencando os feitos em prol da comunidade africana residentes na Cidade da Praia.

“Ele já fez vários esforços em termos de serviço, em termos da organização para ajudar essas comunidades”, ilustrou.

A mesma reconheceu o que é um “grande contributo” das comunidades africanas em Cabo Verde e que o principal desafio advém da falta de dados estatísticos referentes à remessa dessas comunidades tanto no país como no continente africano, defendendo a necessidade de se apostar mais no continente negro.

“O Presidente da República deu sinal de que devemos apostar mais na África, assim como os europeus apostam na África, como os americanos apostam na África e como os chineses apostam na África, mas nós estamos sempre de cara para Europa e devemos voltar a cara para a África para termos benefícios para o nosso desenvolvimento”, vincou.

Terminou dizendo que de acordo com a sua experiência no Parlamento, as políticas para estabelecer parcerias com o Continente Africanos “só ficam no papel”

O evento realizado pela CMP contou com animação de poesias, músicas e danças, “para relembrar e para comemorar África”.

CC/GSF
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos