Cidade do Tarrafal de Santiago vai ser próxima capital da juventude (c/áudio)

Mindelo, 10 Jan (Inforpress) – A cidade do Tarrafal de Santiago vai ser o palco da próxima Cidade Capital da Juventude, que permitirá ao Governo trabalhar as desigualdades e a pobreza e igualar as oportunidades para os jovens cabo-verdianos.

Uma garantia dada pelo secretário de Estado Adjunto do Ministro de Estado, Carlos Monteiro, que fez o anúncio à imprensa hoje, em São Vicente, aquando do encerramento do Mindelo como cidade-piloto Capital da Juventude e que acolheu a iniciativa em 2019.

A escolha, segundo a mesma fonte, recai agora sobre Tarrafal de Santiago, por “motivos vários”, ente os quais, o de ser uma região que vai permitir trabalhar as desigualdades e a pobreza, que são “acentuadas”.

“E querer dinamizar e igualar as oportunidades para esses jovens e levar todo Cabo Verde a Santiago Norte e a partir daí podermos continuar a trabalhar essa conexão dos jovens às oportunidades do mundo”, explicou Carlos Monteiro.

O secretário de Estado procedeu na tarde de hoje ao encerramento da iniciativa no Mindelo, através de uma conversa aberta , sob o lema “Juventude na Promoção da Cidadania, da Cultura da Paz e Tolerância”.

Um tema escolhido, segundo a mesma fonte, por se estar num mundo de “várias crises, de protestos de variadíssima ordem e então importa saber que sociedade os jovens querem no futuro e como vêm o seu papel na construção desta sociedade”, sublinhou.

O governante fez, por outro lado, um “balanço positivo” dos sete meses, desde Abril, em que a cidade do Mindelo foi detentora do título, isto apesar das “dificuldades encontradas, tanto pelo Governo como pela câmara municipal por ser o ano zero da iniciativa”.

“E precisávamos de um município com uma câmara forte e um centro urbano forte para lançar a iniciativa”, reiterou Carlos Monteiro, que elogiou a equipa camarária por conseguir engajar a juventude em vários eventos ao longo do ano e que culminaram com o Fórum Nacional da Juventude, que trouxe entidades e personalidades nacionais e internacionais a São Vicente colocou os jovens no “mapa internacional”.

O presidente da Câmara Municipal considerou, por seu lado, ter sido uma “experiência muito interessante”, em que “a edilidade participou activamente no sentido de melhorar as condições da juventude”, sublinhou.

O Governo, em parceria com o poder local, adoptou, para recordar, em 2019 a iniciativa “Cidade Capital da Juventude em Cabo Verde”, que visa promover o intercâmbio e a mobilidade juvenil, o debate entre os jovens, a sua participação cívica e política e o conhecimento cultural mútuo entre jovens de diferentes municípios e realidades em Cabo Verde.

Esta designação, segundo os promotores, tem como objectivo projectar, a nível nacional e internacional, cidades que “se distingam pela criação de espaços seguros para a juventude cabo-verdiana, indo de encontro às melhores práticas internacionais adoptadas sob a liderança do Sistema das Nações Unidas”.

LN/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Sociedade
Desporto
Politica
Economia
Internacional
    • Categorias

  • Galeria de Fotos