Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

Cidade da Praia apresenta em Junho candidatura à Rede de Cidades Criativas da UNESCO no tema música

 

Cidade da Praia, 04 Jun (Inforpress) – A Cidade da Praia vai apresentar neste mês de Junho a sua candidatura à Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), no tema música.

Em Março último, a Câmara Municipal da Praia manifestou junto da UNESCO, a intenção da capital do país em apresentar esta candidatura, tendo em conta que a criatividade e a música, através de diversos géneros musicais próprios, nomeadamente a morna, o funaná, a coladeira, o batuque e o finason, têm marcado a história de Cabo Verde e, em particular, esta cidade.

Segundo a autarquia, a Cidade da Praia, subscrevendo a preocupação da UNESCO em reforçar o equilíbrio geográfico da Rede de Cidades Criativas, designadamente através da integração de novas cidades membro do continente africano, considera, em primeiro lugar, que preenche os requisitos para integrar esta rede.

Por outro lado, é de opinião que a Cidade da Praia pode contribuir “significativamente” para a promoção dos objectivos da Rede de Cidades Criativas em África e, assim, levar a que mais cidades se candidatem a ela, através das plataformas internacionais de que faz parte, nomeadamente a Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) e a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA).

Para dar a conhecer os pormenores dessa candidatura, a organização da mesma agendou para segunda-feira, 05, uma conferência de imprensa nos Paços do Concelho à 11:00.

A Inforpress sabe que as inscrições para a Rede de Cidades Criativas, criada em 2004, para promover a cooperação internacional entre as cidades que reconhecem a criatividade como uma direcção estratégica e um impulsionador para a regeneração e o desenvolvimento urbano sustentável, estão abertas até o dia 16 de Junho, e o anúncio das Cidades Criativas nomeadas em 2017 será feito a 31 de Outubro deste ano.

Actualmente, a rede reúne 116 cidades de 54 países que trabalham em busca de objectivos comuns, que é colocar as indústrias criativas e culturais no centro dos planos de desenvolvimento locais e cooperar ativamente por meio de parcerias entre cidades em nível internacional.

No tema música, fazem parte das Cidades Criativas da UNESCO, Hamamatsu (Japão), Bologna (Itália), Adelaide (Austrália), Liverpool (Inglaterra), Kinshasa (Congo), Idanha-a-Nova (Portugal), Glasgow (Escócia), Salvador (Brasil), Sevilha (Espanha), entre outras.

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO foi criada para promover o desenvolvimento social, económico e cultural de cidades de países desenvolvidos e em desenvolvimento, sem esquecer que as cidades que se candidatam à rede, procuram promover a criatividade local e partilham o interesse na missão da UNESCO em relação à diversidade cultural.

Logo que a cidade esteja nomeada para a rede, pode partilhar experiências e criar novas oportunidades para si e para outros numa plataforma global, como por exemplo para as actividades baseadas no “turismo criativo”.

Nesta linha, a Rede procura desenvolver a cooperação internacional entre as cidades que identificaram a criatividade como um factor estratégico para o desenvolvimento sustentável, no âmbito de parcerias, incluindo os sectores público e privado, organizações profissionais, comunidades, sociedade civil e instituições culturais em todas as regiões do mundo.

A rede facilita a partilha de experiências, conhecimentos e recursos entre as cidades membros, como forma de promover o desenvolvimento das indústrias criativas locais e promover a cooperação mundial para o desenvolvimento urbano sustentável.

DR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos