CIAM e CEFAF analisam em Cabo Verde defesa dos direitos de autor (c/áudio)

Cidade da Praia, 28 Jan (Inforpress) – O Conselho Internacional de Autores de Música (CIAM) e o Comité Executivo do Comité Regional Africano do Direito de Autor (CECAF) encontram-se reunidos na Cidade da Praia no seu primeiro encontro internacional, apadrinhado pela Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM).

Esta é a primeira vez que as duas instituições, consideradas de grande relevo para o mundo na área da defesa dos direitos de autor, se reúnem num só palco, pelo que a presidente da SCM considera “um grande sinal de que querem apoiar Cabo Verde, os músicos e os criadores na área da música de Cabo Verde”.

Solange Cesarovna entende que ao realizar esta reunião em Cabo Verde, o CIAM e o CECAF estão, definitivamente, a demonstrar o sinal de reconhecimento ao trabalho que a SCM tem desenvolvido em prol da defesa dos direitos do autor, dos criadores e músicos cabo-verdianos.

No dizer de Cesarovna, este encontro inédito, afigura-se, justamente, como uma oportunidade destas duas instituições mundiais estreitarem relações para, que nos planos estratégicos para o ano em curso possam perceber as linhas de acções a trabalhar conjuntamente e, por outro lado, definirem os desafios a serem assumidos como sendo prioritários para as duas organizações.

“Com certeza que a SCM é uma das contempladas com o plano que estão a desenvolver e com os resultados que vão sair desta reunião. Para nós é motivo de orgulho e de grande satisfação, mas também, de responsabilidade porque neste momento temos uma mudança de paradigma dos direitos de autor e a própria missão da SCM está acrescida”, elucidou.

Sublinhou que todos os participantes neste encontro representam a entidade da gestão colectiva do mundo, envolvendo os cinco continentes, o que significa que “é uma oportunidade de se estabelecer acordos de reciprocidades e, com isto, começar com a sua missão na defesa de músicos cabo-verdianos além-fronteiras”.

Com isto, acredita a presidente da SCM, este encontro torna-se num centro de oportunidades para a realização destes contratos, sobretudo, direccionado para os músicos cabo-verdianos nos demais países onde a música cabo-verdiana é utilizada.

Presidido pelo presidente Conselho Internacional de Autores de Música, Edward Scwartz, o encontro conta com o represente da Confederação Internacional de Autores e Compositores (CISAC).

Esta primeira missão a Cabo Verde do CIAM e CECAF iniciou-se na sexta-feira com os treinamentos realizados nas cidades da Praia e do Mindelo, extensivos a músicos e criadores de Sotavento e Barlavento.

SR/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos